Cisto cerebral - Definição

Novembro 2017


Definição de cisto cerebral

Um cisto é uma bolsa de conteúdo líquido, gasoso ou sólido (este último, mais raramente), que se desenvolve no interior do organismo humano. A maioria dos cistos que se instalam no cérebro não são responsáveis por nenhum sintoma, mas dependendo da sua localização ou tamanho podem causar dores de cabeça, náuseas, vertigens, crises de epilepsia ou sinais ligados à zona do cérebro que pode estar sendo comprimida. Distinguimos os cistos aracnoides que se desenvolvem no centro do aracnoide, uma das três membranas das meninges, que possuem um papel de proteção das estruturas do cérebro.

Esses cistos afetam principalmente as crianças e são geralmente benignos. Existem também os cistos epidermoides e alguns tumores do cérebro de origem cística como a astrocitoma nas crianças. A tomografia cerebral ou mais comumente a ressonância magnética permitem descobrir o cisto, e a biópsia permite sua identificação. De acordo com o caso e em função da natureza, do impacto na vida da pessoa e da sua localização, uma operação cirúrgica pode ser realizada se for possível.

Veja também

Publicado por asevere. Última modificação: 24 de novembro de 2016 às 13:39 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Cisto cerebral - Definição', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.