Prolactina alta, baixa e sintomas

Novembro 2017

A prolactina é um hormônio que está diretamente ligado à produção e manutenção da lactação. Sua dosagem pode ser avaliada por meio de um exame de sangue.


O que é a prolactina

A prolactina é um hormônio secretado pela hipófise, glândula endócrina situada na base do cérebro. Normalmente, está presente em baixa quantidade em homens e mulheres - que não estejam grávidas. Ela aumenta por sua vez, durante a gestação, já que é a responsável pela produção do leite materno. De acordo com características fisiológicas, a taxa de prolactina no organismo pode variar.

Valores de referência da prolactina

Em gestantes, a taxa de prolactina tende a aumentar, haja vista que há o estímulo do desenvolvimento das glândulas mamárias e da lactação. Em mulheres adultas, esse valor vai até 20 nanogramas por centímetro cúbico no sangue, ao passo que, em grávidas, esses valores podem atingir 400 nanogramas. Em homens, a média é de 6 a 7 ng. Os valores também podem variar de acordo com fatores como sono, estresse ou esforço físico.

Prolactina alta

Alguns remédios podem modificar as taxas de prolactina no sangue. São eles medicamentos neurológicos, anfetaminas, anti-histamínicos, alguns hormônios presentes em contraceptivos ou medicamentos derivados da morfina. Valores de prolactina baixos podem derivar da ingestão de alguns remédios dopaminérgicos, como os utilizados para tratar o Parkinson.

Sintomas da prolactina alta

A prolactina alta pode significar algum problema relacionado à hipófise, tireoide ou rins. Em geral, o exame para avaliar o nível de prolactina é efetuado com a pessoa em jejum e em estado de repouso. Essa condição também pode gerar infertilidade e irregularidade da menstruação em mulheres, bem como redução da libido e disfunções sexuais.

Prolactina alta no homem

São raros os casos de aumento da produção de prolactina em homens. No entanto, eles podem ocorrer e estão ligados a quadros de disfunção erétil, redução da libido, infertilidade e ginecomastia (aumento do volume das mamas). Além disso, o problema pode provocar perda de densidade óssea e osteoporose.

Prolactina baixa

Também existem remédios que são responsáveis por reduzir os níveis de prolactina no sangue abaixo do normal. A principal classe que tem esse fenômeno como efeito colateral é a dos medicamentos agonistas da dopamina, como a apomorfina.

Foto: © Lifebrary - Shutterstock.com

Veja também

Artigo original publicado por p.horde. Tradução feita por asevere. Última modificação: 9 de novembro de 2017 às 13:59 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Prolactina alta, baixa e sintomas', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.