Bulimia

Novembro 2017


Definição

a bulimia é um transtorno de comportamento alimentar que afeta principalmente as adolescentes e jovens mulheres. As crises de bulimia correspondem a um consumo de alimentos grande sobre um curto período de tempo. A bulimia como doença se manifesta por crises associadas a um sentimento de culpa levando a comportamentos compensatórios como vômitos voluntários, um consumo de laxantes ou jejum prolongados em seguida. A pessoa é consciente do seu problema e sofre. Outras associam frequentemente um transtorno da imagem corporal e da confiança em si. A bulimia é mais comum do que a anorexia, e é geralmente consequência de um evento que a iniciou. O cuidado da bulimia é às vezes médico e psicológico.

Diagnóstico

O diagnostico da bulimia é essencialmente estabelecido sobre as revelações confessadas pelo paciente. Um exame psicológico inicial visando avaliar o sofrimento é preferível após o exame de sangue. Se a bulimia é identificada, o médico tentará determinar a intensidade da doença se informando sobre a frequência e duração das crises mas também sobre a quantidade de comida absorvida durante cada uma dessas crises.

Manifestações

a bulimia se manifesta por:
  • Crises de bulimia;
  • Uma vontade, desejo súbito e incontrolável de consumo alimentar;
  • Os alimentos consumidos são geralmente de alto teor calórico, e são absorvidos rapidamente sem sensação de prazer;
  • Essas crises são seguidas por um sentimento de culpa;
  • Elas são então compensadas entre as crises por vômitos provocados, o consumo de laxantes ou mesmo esforços físicos exagerados.

Outros comportamentos viciantes a outras substâncias ou esporte são comuns, além de sintomas depressivos ou ansiosos, ou até transtornos de personalidade.

Tratamento

para tratar a bulimia, o corpo médico utiliza diversas abordagens. A abordagem comportamental se compõe de uma psicoterapia individual ou de grupo que ajudará o paciente a gerir as crises de bulimia e curar a doença. A abordagem medicamentosa consiste em prescrever ao paciente ansiolíticos ou antidepressivos se necessário. A abordagem nutricional consiste, quanto à ela, se ensinar o paciente as bases de uma alimentação equilibrada. Os tratamentos da bulimia dependem em grande parte do estado do paciente, da sua adesão aos cuidados e sua vontade de se curar.
Publicado por asevere. Última modificação: 16 de dezembro de 2014 às 14:48 por asevere.
Este documento, intitulado 'Bulimia', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.