Anemia - Diagnóstico e tratamento

Abril 2017

A anemia corresponde a uma diminuição dos níveis de alguns componentes do sangue como a hemoglobina, responsável pelo transporte de oxigênio às células do corpo, e as hemácias (eritrócitos ou glóbulos vermelhos). Há diferentes formas de anemia e múltiplas causas para o surgimento desse problema.


Causas da anemia

A anemia pode ser provocada por deficiência de certas vitaminas ou por hemólise (destruição dos glóbulos vermelhos pelo próprio organismo). Entretanto, a forma mais frequente de anemia é a ferropriva, ou seja, causada pela carência de ferro na corrente sanguínea. Esse tipo de anemia faz com que o paciente apresente hemácias de tamanho reduzido. Ela ocorre principalmente em homens com perdas sanguíneas digestivas ou por uma diminuição na absorção de ferro. Nesse caso, os dois sexos são afetados em igual medida.

Sintomas da anemia

Os sintomas de uma anemia ferropriva às vezes são difíceis de detectar, principalmente se o paciente sofrer de anemia leve. De qualquer forma, fadiga permanente, palidez do rosto, dor de cabeça ou cansaço extremo após esforço são sinais de alerta. Além disso, cabelos secos e frágeis e uma pele ligeiramente seca também são sinais indicativos da anemia.

Diagnóstico da anemia

Diante desses sintomas, um exame de sangue com a realização de um hemograma (análise da composição do sangue e seus diferentes glóbulos), prescrito pelo médico permite estabelecer a taxa de glóbulos vermelhos e diagnosticar uma eventual anemia. Análises sanguíneas complementares permitem afirmar em seguida se ela está ligada ou não a uma carência de ferro.

Tratamento da anemia

Para remediar a anemia, é necessário antes de tudo determinar se existem perdas de sangue crônicas (de ordem digestiva, ginecológica). Em caso afirmativo, é urgente identificar sua origem para interrompê-las. Podemos então procurar aliviar a carência de ferro com o uso de suplementos alimentares combinados a um regime alimentar rico em ferro.

Em algumas pessoas, principalmente em casos de transtornos intestinais, o ferro também pode ser administrado por via intravenosa. Por fim, transfusões sanguíneas podem ser consideradas para casos mais graves de anemias.

Prevenção da anemia

É importante cuidar da dieta alimentar e privilegiar regularmente os alimentos ricos em ferro, como fígado, aves, ovos, frutos do mar e alguns legumes verdes.

Foto: © Ivelin Radkov - Shutterstock.com

Veja também

Publicado por asevere. Última modificação: 26 de abril de 2016 às 23:08 por Pedro.Saude.
Este documento, intitulado 'Anemia - Diagnóstico e tratamento', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.