Aracnoide

Novembro 2017


Definição

A aracnoide constitui uma das meninges que cercam e protegem o sistema nervoso central, ou seja, estruturas do cérebro e da medula espinhal. As meninges são três: a dura-mãe no exterior, a aracnoide no meio e a pia-mãe no interior. Entre a aracnoide e a pia-mãe, se situa um espaço chamado sub-aracnoidiano que contêm um líquido, o líquido cerebroespinhal, ou líquido encefaloraquidiano (LCR). Um cisto aracnoidiano corresponde a uma formação desenvolvida às custas da aracnoide, preenchida com líquido cerebroespinhal. Esses cistos aparecem às vezes em seguida a um traumatismo, no quadro de uma inflamação do aracnoide, ou mesmo espontaneamente. Eles podem, por acúmulo de líquido, causar um fenômeno de compressão no nível das raízes nervosas da medula espinhal, responsável por sintomas neurológicos. Na grande maioria dos casos, os cistos se formam em parte baixa da coluna vertebral, frequentemente no nível das vértebras lombares.

Manifestações

Um cisto aracnoide pode não causar nenhuma compressão nem ser responsável por nenhum sintoma: falamos de cisto assintomático. Ele é frequentemente descoberto durante um exame de imagem da coluna realizado por outra razão. Nos casos de cistos sintomáticos, os sinais clínicos dependem da localização do cisto. Podemos encontrar por exemplo nos cistos aracnoidianos lombares:
  • Dores lombares;
  • Dores no nível de uma parte dos membros inferiores, de uma única perna ou das duas em função da zona comprimida;
  • Transtornos da sensibilidade das mesmas zonas, como parestesias, sensações de formigamento, dormências, ou às vezes queimações, descargas elétricas em caso de compressão de uma raiz nervosa;
  • Transtornos motores com paralisia mais ou menos grave se a medula é ela mesma comprimida.

Em caso de outra localização mais rara, os sintomas diferem.

Diagnóstico

o diagnóstico é feito com a ajuda de uma imagem médica: em função dos sintomas, a altura na qual se encontra o problema é identificada, e um scanner ou mais comumente um IRM permitirá colocar em evidência o cisto e o fenômeno de compressão. Se necessário, uma amostra (biopsia) permitirá determinar se o cisto é benigno, ou se um tumor (cancerígeno) está presente.

Tratamento

a exérese ou retirada cirúrgica de um cisto aracnoidiano sintomático pode ser difícil tendo em conta sua localização. Os cistos que não dão lugar a nenhum sintoma são geralmente deixados em seus lugares e monitorados.

Veja também

Publicado por asevere. Última modificação: 16 de dezembro de 2014 às 14:48 por asevere.
Este documento, intitulado 'Aracnoide', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.