Amigdalite: causas, sintomas e tratamento

Dezembro 2017

A amigdalite é uma infecção das amígdalas palatinas (próximas ao céu da boca) ou linguais (próximas à língua). O problema é particularmente frequente entre crianças de até 10 anos pois o tecido é mais grosso nessa fase do que na adolescência e vida adulta. A amigdalite pode ser passageira ou crônica. Existe também outro tipo de amigdalite, consequência de uma angina crônica. Esta forma da infecção recebe o nome de amigdalite caseosa.


Tipos de amigdalite

Amigdalite viral

A amigdalite viral é a forma mais comum de amigdalite. O vírus se aloja nas amígdalas e provoca uma reação de defesa do sistema imunológico, o que provoca vermelhidão e, em casos mais graves, a formação de pus em volta das amígdalas. Ambas as ações são medidas do organismo para prevenir que o vírus se espalhe para outras partes do corpo, colocando em risco a integridade do paciente.

Amigdalite bacteriana

A amigdalite bacteriana é uma infecção normalmente provocada pelo Streptococcus pyogenes. Sua principal diferença para a forma viral da amigdalite é a ocorrência de febre persistente acompanhando o quadro de dor de gargante, dificuldade para engolir e vermelhidão.

Amigdalite crônica

Entre as crianças, essa forma da infecção é conhecida como amigdalite hipertrófica, consequência de infecções sucessivas e de um atraso na aquisição da imunidade. Já entre os adultos, a doença se manifesta quando a amígdala passa a se comportar como um reservatório de micróbios.

Amigdalite caseosa

A causa principal da amigdalite caseosa é um acúmulo de peles mortas, normalmente engolidas, nas criptas, pequenas reentrâncias nas amígdalas, provocando a inflamação.

Amigdalite é contagiosa

A possibilidade de contágio de uma amigdalite vai depender da causa da doença. Nos casos de amigdalite viral, existe o risco de propagação do vírus, mas, em geral, a outra pessoa infectada no máximo vai apresentar sinais de gripe e resfriado, não evoluindo para uma amigdalite. Já na amigdalite bacteriana, o estreptococo, a ser transmitido para outra pessoa, pode provocar como sintoma de sua infecção uma inflamação das amígdalas.

Sintomas da amigdalite

Os principais sintomas da amigdalite são dor de garganta, dificuldade para engolir e a coloração avermelhada do tecido, onde também se percebem a presença de pus, pequenos pontos brancos. Outros sintomas são febre alta, tosse e sensibilidade dos gânglios linfáticos no pescoço. Nos casos de amigdalite caseosa, o paciente também sofre com mau hálito e dor de ouvido.

Causas da amigdalite

As causas principais da amigdalite, em qualquer uma de suas formas, são vírus respiratórios (do resfriado e da gripe), mononucleose e bactérias estreptococos do grupo A.

Tratamento da amigdalite

Uma amigdalite benigna desaparece geralmente com poucos dias de repouso e boa hidratação. Em casos mais graves, é preciso determinar a causa do problema para definir o melhor tratamento, que pode ser feito com uso de antibióticos ou com cirurgia para retirada das amígdalas.

Remédio caseiro para amigdalite

Alguns tratamentos caseiros têm boa eficácia no combate à amigdalite. Entre eles estão o suco de pepino com mel, o suco de limão, o suco de tomate e o chá de romã. Faça gargarejos com estes líquidos e tente-os manter o máximo de tempo possível na garganta para aumentar a ação.

Complicações da amigdalite

Existem dois tipos de complicações da amigdalite: as supuradas e as não supuradas. No primeiro grupo, pode-se observar casos de escarlatina (doença infectocontagiosa também causada pelo estreptococo) e glomerulonefrite (inflamação do glomérulo, unidade funcional dos rins). No segundo grupo, o problema principal é a ocorrência de abscessos.

Foto: © Suzanne Tucker - Shutterstock.com
Artigo original publicado por p.horde. Tradução feita por Pedro.CCM. Última modificação: 19 de outubro de 2017 às 13:23 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Amigdalite: causas, sintomas e tratamento', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.
Esporotricose
Testes de memória para doença de Alzheimer