10 dicas e conselhos contra a depressão

Setembro 2017

A depressão já atinge 11 milhões de brasileiros, sendo que as mortes causadas pela doença subiram 705% nos últimos 16 anos. Os números são alarmantes, por isso a importância de saber como buscar ajuda e tratar a doença.


Depressão é uma doença

A depressão é uma doença que deve ser diagnosticada e tratada como qualquer outra doença. As doenças mentais são muito estigmatizadas. Não se deixe abalar por isso. O mais importante é que você possa se sentir melhor novamente!

Confie em seu médico

Para tratar a depressão, você deve consultar um médico. Mesmo uma conversa com os amigos ou a família não pode substituir a visita ao médico. Apenas um médico tem a capacidade de avaliar a gravidade da doença e decidir qual a terapia necessária. Dependendo se a depressão é leve ou grave, o médico irá prescrever medicação também. Muitas pessoas têm reservas a tomar antidepressivos. Mas eles não se destinam a mudar a personalidade, apenas curar um enfermidade que está presente.

Experimente fazer psicoterapia

Há muitas formas de psicoterapia: psicoterapia cognitiva, terapia comportamental, psicanálise... Se você sofre de depressão, deve fazer uma psicoterapia. O seu médico irá aconselhá-lo sobre qual tipo de terapia é mais adequado para você.

Fale sobre a doença

Para as pessoas deprimidas, muitas vezes é embaraçoso falar sobre os seus sintomas, porque elas se sentem ridículas ou inferiores. Supere esses medos. Você deve conversar com seus amigos e sua família abertamente sobre a doença.

Experimente tomar antidepressivos

Desde a sua descoberta nos anos 1950, os psicotrópicos são objeto de intensa investigação. Hoje, existem diversas variedades de antidepressivos. Seus princípios básicos vão muito além do simples efeito de melhorar o humor, podem trazer motivação e ter efeitos calmantes (sedativos) e/ ou contra a ansiedade (ansiolíticos). Antidepressivos compensam uma produção deficiente ou excessiva de neurotransmissores no cérebro.

Sedativos

Para alguns casos, o médico também irá prescrever um sedativo. O efeito destas moléculas não é completamente o mesmo dos antidepressivos. Às vezes, os sedativos são utilizados para eliminar um dos principais sintomas da depressão - a ansiedade. Sedativos também são usados para a insônia.

Pratique esportes

O esporte provoca uma liberação de endorfinas. Estes neurotransmissores podem desencadear sentimentos de felicidade. O esporte atua como um antidepressivo natural. Além disso, a atividade física aumenta a autoestima.

Luz

Outro remédio simples para a depressão é a luz do dia. A luz do dia estimula a secreção de melatonina e a serotonina, melhorando o humor.

Controle a sua dieta

A dieta não deve ser desconsiderada no tratamento da depressão. O sistema nervoso precisa de alguns nutrientes para lutar contra a fadiga, dificuldade de concentração, ansiedade, nervosismo e estresse. Estes incluem glucose, ferro, magnésio e vitaminas do complexo B. Já o consumo de álcool deve ser evitado, especialmente se estiver tomando medicação.

Ajuda em seu entorno

Familiares, amigos e relacionamentos desempenham um papel crucial para ajudar a sair do 'buraco negro' da depressão. Alguns psicoterapeutas se referem à família como parte do tratamento. As emoções não devem ser enterradas e suprimidas, mas expressas. Muitos pacientes se sentem bem após falar com os familiares, amigos e parceiros sobre a doença.

Foto: © Phovoir - Shutterstock.com

Veja também

Publicado por Joana.Saude. Última modificação: 31 de agosto de 2017 às 12:52 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado '10 dicas e conselhos contra a depressão', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.