Neurose

Novembro 2017


Definição

historicamente, o termo neurose descreve uma doença nervosa ou transtorno do funcionamento do sistema nervoso sem que nenhuma lesão anatômica seja identificada. As neuroses se distinguem das psicoses, pela ausência de transtornos profundos da personalidade. Nesses casos, a pessoa é absolutamente consciente do seu transtorno, e não pode se livrar deles apesar da sua vontade. Entre as neuroses, distinguimos a neurose fóbica, onde um medo característico de uma coisa está presente (aracnofobia ou medo das aranhas, agorafobia ou apreensão dos grandes espaços populosos, claustrofobia ou medo de confinamento), a neurose de angústia, caracterizada por crises de angústia, ou a neurose obsessiva chamada mais comumente de Transtornos Obsessivos Compulsivos (TOC). A neurose obsessiva é uma síndrome neurótica que se caracteriza principalmente por obsessões seguidas de rituais visando conjura-los. O TOC é uma patologia afetando o adolescente ou jovem adulto.

Manifestações

o paciente apresenta uma ou mais obsessões contra as quais ele luta ao longo do tempo e tenta combate-los por rituais, ou cassá-los com fórmulas mágicas.
A obsessão é vivida como um pensamento intrusivo, incontrolável, gerador de angústia onde distinguimos classicamente três tipos:
  • Fóbicos, crença permanente de qualquer coisa, surgimento de uma doença;
  • Impulsivos, crença de não poder impedir a realização de um ato contrário à moral;
  • Ideativos, com pensamentos vividos como anormais, repugnantes.

A compulsão é uma técnica de ritos colocada em prática para lutar contra essa obsessão. Elas podem ser:
  • Mentais como recitações interiores, contagens repetidas;
  • Exteriorizadas e consistindo em repetir sem fim as verificações (lavagem, arrumação, se vestir) ou um gesto pouco razoável.

Diagnóstico

antes de fazer esse diagnóstico, o médico deve garantir que seu paciente não sofra de nenhum problema neurológico podendo estar na origem dos sintomas. Em caso de descrição típica pelo paciente de sinais clínicos citados previamente, nenhum outro exame complementar é geralmente necessário. Ás vezes enquanto isso, uma imagem cerebral, scanner ou até IRM, é realizada.

Tratamento

de acordo com a extensão dos problemas, um tratamento à base de antidepressivos e/ou ansiolíticos podem ser prescritos. Um cuidado psicoterapêutico é geralmente associado.

Veja também

Publicado por asevere. Última modificação: 16 de dezembro de 2014 às 14:48 por asevere.
Este documento, intitulado 'Neurose', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.