Trombocitopenia: causas, sintomas e tratamento

Julho 2017

A trombocitopenia é uma diminuição do número de plaquetas, também chamados de trombócitos, no sangue. Entenda os mecanismos envolvidos na doença e como é feito o diagnóstico e o tratamento desta condição.


Tipos de trombocitopenia

Existem dois tipos de trombocitopenia: central e periférica. Eles se diferenciam pela origem do problema. A trombocitopenia central ocorre pela redução da produção de plaquetas na medula óssea. Já a trombocitopenia periférica ocorre por uma falha na distribuição das plaquetas pelo organismo ou por condições que levam à destruição das plaquetas.

Causas da trombocitopenia

Trombocitopenia central

A trombocitopenia central ocorre devido à baixa produção de plaquetas pela medula óssea. Isso ocorre em casos de leucemia, aplasia medular e tratamentos quimioterápicos. Além disso, desidratação, carência de vitamina B12 ou falta de ácido fólico também podem reduzir a contagem de plaquetas no sangue. Por fim, algumas infecções virais e alcoolismo crônico também podem causar trombocitopenia central.

Trombocitopenia periférica

Na trombocitopenia periférica, a baixa contagem de plaquetas se deve à destruição desse componente do sangue. A púrpura trombocitopênica idiopática, de origem autoimune, é a causa mais comum da trombocitopenia periférica. Além disso, a destruição pode ocorrer por vasculite, dengue, doença de Lyme e infecção generalizada (sepse). Por fim, o uso de medicamentos, tais como anti-histamínicos, alguns diuréticos e anticonvulsionantes também podem provocar baixa de plaquetas.

Sintomas da trombocitopenia

Os principais sintomas da trombocitopenia são as hemorragias, visíveis como petéquias ou equimoses: manchas vermelhas ou roxas na pele. Sangramento anormal no nariz e boca, períodos menstruais abundantes e hematomas também podem surgir e indicar a redução do número de plaquetas no sangue.

Diagnóstico da trombocitopenia

A trombocitopenia é definida como o número de plaquetas abaixo de 150.000 por milímetro cúbico de sangue. A taxa é determinada por meio de um hemograma. Também é preciso fazer um exame clínico do paciente, que normalmente ocorre antes da prescrição do exame de sangue e faz o médico suspeitar da trombocitopenia. Uma mielografia (análise de medula óssea) pode ser necessária para determinar a causa da trombocitopenia.

Tratamento da trombocitopenia

O tratamento vai depender da causa da trombocitopenia. Se o problema for provocado, por exemplo, por deficiência de vitamina B12, a suplementação da substância será suficiente para resolver o problema. Por outro lado, a descoberta de uma leucemia exige tratamento com radioterapia e/ou quimioterapia. Em geral, transfusões de sangue só são feitas em casos de trombocitopenia central, quando o problema é derivada de uma produção insuficiente de plaquetas. Por fim, não se devem utilizar remédios como aspirina e anti-inflamatórios não esteroides para evitar problemas de coagulação.

Foto: © David Persson - Shutterstock.com

Veja também

Publicado por Joana.Saude. Última modificação: 11 de maio de 2017 às 07:45 por Pedro.Saude.
Este documento, intitulado ' Trombocitopenia: causas, sintomas e tratamento', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.