Edemas dos membros inferiores (OMI)

Novembro 2017


Definição

o edema dos membros inferiores (OMI) corresponde a uma espécie de líquido plasmático dos vasos sanguíneos no tecido intersticial nas pernas. Ele é descoberto através de um aumento de volume de uma ou das duas pernas, em totalidade ou parcialmente. Um edema dos membros inferiores pode ser mole ou duro, vermelho ou branco, e pode se manter durante algum tempo na marca dos dedos: falamos então de edema depressivo. Tendo em conta a variedade das causas potenciais no surgimento de um edema dos membros inferiores, uma consulta médica permite procurar o diagnóstico. Os OMI podem afetar as duas pernas de maneira homogênea e serem portanto causados por uma insuficiência cardíaca, hepática, venosa ou renal, suas causas respectivas, mas também problemas da tireoide ou medicamentos. Quando o problema afeta apenas uma perna, uma obstrução sobre a circulação linfática ou venosa é suspeitada, uma infecção, até um problema nervoso.

Manifestações

o paciente constata um inchaço de um ou ambos membros inferiores, seja em parte, seja sobre a totalidade das pernas. O edema pode se instalar rapidamente ou progressivamente, ele pode ser doloroso, acompanhamento de formigamentos, de uma rigidez, de uma ulceração da pele. Outros edemas podem se localizar em outras partes do corpo, mas igualmente afetar alguns órgãos. As causas do OMI são diversas, e os sintomas são extremamente variados e os sintomas associados poderão evocar um certo número de hipóteses.

Diagnóstico

o interrogatório inicial para procurarantecedentes do paciente e das suas doenças evolutivas é indispensável. O médico determinará o caráter bilateral (2 pernas) ou unilateral (1 perna) do edema dos membros inferiores e sua importância, se ela é dolorosa, mole ou endurecida, se tem a presença de uma inflamação (quente ou vermelha). Outras localizações devem ser procuradas, além de sinais podendo evocar as múltiplas patologias potencialmente em causa. Exames complementares são solicitados em função das hipóteses emitidas no fim deste processo tais como:
  • Exames de sangue para avaliar as funções hepáticas, renais, cardíaca, os marcadores de infecções, os hormônios eventualmente;
  • Exame de urina;
  • Imagens com radiografia dos pulmões, ultrassonografia cardíaca ou abdominal, às vezes um scanner;
  • Eco-doppler dos membros inferiores se estamos na presença de um edema unilateral e que uma trombose ou flebite seja suspeitada.


==Tratamento==o tratamento pode ser desde o simples uso de uma calça de compressão até a operação cirúrgica de acordo com a causa identificada. Tudo depende da origem do edema dos membros inferiores. Anticoagulantes são prescritos no caso de uma flebite. Em caso de edema de origem renal ou cardíaca, tratamentos diuréticos para favorecer a eliminação de água excedente são utilizadas. Às vezes, um consumo de albumina pode completar essa prescrição. O tratamento específico da causa é o mais importante.

Prevenção

é possível prevenir o edema dos membros inferiores na maioria dos casos. Para isso, é conveniente:
  • Comer pouco sal;
  • Não fumar;
  • Não consumir álcool;
  • Manter uma atividade física de possível todos os dias, no mínimo três vezes por semana durante 30 minutos;
  • Evitar a posição de pé ou sentada durante longos períodos;
  • Dormir com as pernas elevadas.

Veja também

Publicado por asevere. Última modificação: 16 de dezembro de 2014 às 14:48 por asevere.
Este documento, intitulado 'Edemas dos membros inferiores (OMI)', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.