Esofagite

Novembro 2017


Definição

a esofagite é uma inflamação da mucosa do esôfago que torna a deglutição (o ato de engolir) dolorosa. Existem diversas causas de esofagites, como:
  • Esofagite infecciosa: causada geralmente por um vírus (herpes), uma micose (cândida) ou mais raramente uma bactéria;
  • Esofagite cáustica: causada pela ingestão de produtos cáusticos, cuja propriedade é a capacidade de destruir tecidos: esses são os ácidos, os básicos como refrigerantes, água sanitária;
  • Esofagite causada por medicamentos;
  • Esofagite péptica (por refluxo): causada pela acidez dos sucos digestivos no caso do refluxo gastro-esofágico: a protusão de uma parte do conteúdo gástrico no nível do esôfago é responsável por refluxos ácidos agressivos para o esôfago.

Inflamatório, o esôfago pode se tornar hemorrágico, até cancerígeno. O tratamento médico e uma boa higiene de vida podem dar bons resultados. Em caso de falhas, um recurso à cirurgia é possível.

Manifestações

dores na região alta do abdômen e queimações subindo no estômago para a boca são sentidas. O paciente se queixa de refluxos ácidos e às vezes tosse principalmente à noite sobretudo em casos de esofagite péptica. A esofagite infecciosa causada pela Cândida pode ser fortemente suspeitada em caso de candidose bucal encontrada. Na esofagite cáustica, as lesões bucais (ulcerações) são geralmente visíveis.

Diagnóstico

uma endoscopia é essencial para visualizar as diferentes lesões e sua importância. Falamos de EOGD ou endoscopia eso-gastro-duodenal. Ela permite determinar a importância das lesões e às vezes sua causa. O médico pode prescrever exames complementares tais como uma medida de acidez esofágica, uma manometria que permite conhecer com preciso a pressão do músculo inferior esofágico (esfíncter) ou uma biopsia (amostra de tecidos).

Tratamento

o tratamento da esofagite inclui imperativamente a parada do tabaco, uma perda de peso e uma dieta específica eliminando o álcool, alimentos gordurosos, ácidos, e a fermentação elevada, pois todos os fatores podem reforçar ou alimentar a inflamação. O tratamento da causa é indispensável como um tratamento anti-infeccioso nas esofagites infecciosas. É aconselhado que o paciente durma em posição semi-deitada para evitar os refluxos ácidos em caso de esofagite péptica. Se os curativos gástricos, os anti-ácidos e os inibidores de bomba com prótons não forem suficientes, a cirurgia pode ser considerada.

Veja também

Publicado por asevere. Última modificação: 16 de dezembro de 2014 às 14:48 por asevere.
Este documento, intitulado 'Esofagite', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.