Tâmara: benefícios para saúde

Julho 2017

Cultivada há milênios, não se sabe exatamente qual a origem das tamareiras, mas há indícios de que a planta seja nativa da África e do sudoeste da Ásia. O fruto desta palma, a tâmara, possui coloração avermelhada e sabor agridoce, sendo considerado muito saboroso.


Nutrientes da tâmara

As tâmaras muitas vezes são chamadas de "fruta milagrosa" por sua característica energizante e por fornecer muitos nutrientes. Elas são extremamente ricas em vitaminas, em particular as vitamina C, B1 e B2, minerais, oligoelementos, cobre, zinco, magnésio e fósforo. Devido a isso, fornece diversos benefícios à saúde.

Benefícios da tâmara para saúde

Como possuem muitas fibras, as tâmaras ajudam a combater a constipação. Devido ao seu teor em glicose, frutose e sacarose, essas frutas são uma excelente fonte de energia para as células. A grande quantidade de ferro torna a fruta uma aliada na luta contra anemia.

Além disso, as tâmaras são capazes de regular o sistema nervoso devido ao potássio que contêm. Outro benefício é que podem diminuir o nível de colesterol ruim, o LDL. Por serem ricas em minerais, fortalecem também os ossos, sendo recomendadas por alguns médicos para a prevenção de doenças que acometem essa parte do corpo, como a osteoporose.

Uso culinário das tâmaras

Devido ao sabor adocicado, as tâmaras são muitas vezes utilizadas para substituir o açúcar em receitas. No Brasil, é consumida principalmente como fruta seca, uma vez que chega no país por importação. São típicas nas festas de Natal.

Valor calórico das tâmaras

As tâmaras são também ricas em calorias. Em média, 100 gramas da fruta representam um valor energético de 282 calorias.

Foto: © Olga Popova - 123RF.com

Veja também

Publicado por Joana.Saude. Última modificação: 10 de julho de 2017 às 13:18 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Tâmara: benefícios para saúde', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.