Hepatite: alimentação e modo de vida

Novembro 2017

A hepatite é uma inflamação do fígado causada, na maioria dos casos, por um vírus, álcool, um medicamento ou uma substância tóxica. A seguir, apresentamos um panorama sobre a dieta, os alimentos que devem ser privilegiados e os que devem ser evitados e as regras para adotar um estilo de vida saudável, em caso de hepatite.

Alimentação

Os médicos recomendam mais frequentemente manter uma alimentação normal em caso de hepatite. Não é obrigatório a adoção de um regime estrito. Regras alimentares básicas são suficientes para evitar o enfraquecimento do fígado.

Aconselha-se privilegiar alimentos como laticínios, carnes brancas, peixes, raízes, frutas e legumes regularmente e hidratar-se regularmente bebendo pelo menos 1,5 litros de água por dia, sem esperar sentir sede. O excesso de gordura e açúcar deve ser evitado.

Apenas sobrepeso e obesidade requerem um acompanhamento mais estrito da alimentação, porque eles favorecem o risco de cirrose.

Consumo de álcool

Seja qual for o tipo de hepatite, aguda ou crônica, o álcool deve ser evitado. No entanto, embora seja especialmente importante evitar excessos, um consumo ocasional em pequenas doses não é perigoso. Apenas hepatites graves requerem uma interrupção total do consumo de álcool.

Em caso de dúvida, o melhor é consultar um médico. Normalmente, a hepatite evolui quatro vezes mais rápido em caso de excesso de álcool (mais de três doses por dia para um homem e duas para mulher). O álcool é tóxico para o fígado, o excesso aumenta o risco de complicações e pode causar o aparecimento de cirrose.

Tabaco

Recomenda-se deixar de fumar em caso de hepatite já que o fígado está enfraquecido. Para isso, é possível recorrer a terapia de reposição para atender à necessidade de nicotina, tais como emplastros, comprimidos, gomas de mascar com este fim.

Atividade física

A prática de atividade física moderada é benéfica em caso de hepatite porque contribui, assim como uma dieta equilibrada, para a manutenção de um estilo de vida saudável. Evita excesso de peso, limita os efeitos colaterais do tratamento (rigidez articular e dores musculares), e combate o stress.


As atividades a privilegiar são caminhada, corrida, natação e andar de bicicleta. Esportes violentos ou de combate não são recomendados devido aos riscos de lesões com sangue e possibilidades de contágio. Antes de realizar qualquer atividade, é preciso solicitar a opinião de um médico, para que este avalie cada caso.

Foto: © ImageFlow - Shutterstock.com
Publicado por Joana.Saude. Última modificação: 25 de outubro de 2017 às 15:22 por Natali_CCM.
Este documento, intitulado 'Hepatite: alimentação e modo de vida', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.