Diabetes e acompanhamento odontológico

Novembro 2017



Os diabéticos precisam manter um olhar atento para realizar um acompanhamento odontológico completo, já que os níveis elevados de açúcar promovem a formação de periodontite e cárie dentária.

Além disso, muitos diabéticos têm uma percepção diminuída da dor, de modo que os danos aos dentes podem ser observados apenas em uma fase avançada. E um caso típico do diabetes, a dificuldade e demora na cicatrização de feridas, pode eventualmente complicar procedimentos odontológicos necessários. Portanto: a prevenção no cuidado com os dentes e acompanhamento odontológico é essencial para as pessoas com diabetes.

Creme dental com flúor

Cremes dentais com flúor protegem contra cárie. Consulte o seu dentista sobre qual creme dental é o mais adequado para você. Se você sofre de recessão gengival, você deve usar um creme dental especialmente adaptado a estas necessidades.

Evite produtos muito abrasivos que prometam "clareamento dos dentes". Ingredientes como sálvia, bisabolol, pantenol, alantoína ou camomila possuem propriedades anti-inflamatórias.

Escova de dente certa

Pergunte ao seu dentista qual escova é ideal para você. Escovas duras podem ferir as gengivas e geralmente não são adequadas para diabéticos. Escovas macias protegem as gengivas, embora, em alguns casos, não removam as placas com muito eficácia.


Geralmente recomenda-se uma escova de dentes com cerdas arredondadas de dureza média. Escovas com uma cabeça pequena também alcançam as diversas regiões dos dentes com mais facilidade.

A escova de dentes deve ser trocada a cada 6 a 8 semanas. Use fio dental diariamente para limpar entre os dentes. Enxaguantes bucais complementam a higiene bucal, ajudando a combater as bactérias na boca.

Visita regular ao dentista

Lembre-se de realizar, a cada 6 meses, uma consulta de acompanhamento no dentista. Em seguida, uma limpeza profissional é aconselhável, por ser capaz de limpar áreas de difícil acesso na boca.

Caso você tenha um plano de saúde odontológico, você pode checar se ele paga pela limpeza dentária. Cada seguro têm um funcionamento diferente, alguns incluem o serviço em despesas extras. Se você sentir dor aguda, você deve, naturalmente, consultar imediatamente o seu dentista. E, é claro, você deverá informar o seu dentista que você tem diabetes.

Foto: © kurhan - 123RF.com
Publicado por Joana.Saude. Última modificação: 4 de outubro de 2017 às 16:52 por Natali_CCM.
Este documento, intitulado 'Diabetes e acompanhamento odontológico', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.