Como evitar problemas auditivos

Setembro 2017


Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de um milhão de adolescentes e jovens adultos estão expostos a riscos de deficiências auditivas irreversíveis. As causas mais frequentes de problemas auditivos são traumatismos acústicos, otites crônicas, tumores, acidentes e a toxicidade de certos medicamentos. Conheça as melhores práticas para prevenir esse tipo de problema, que pode ter complicações graves.

Fatores de risco dos problemas auditivos

Pessoas que trabalham em ambientes muito barulhentos e aquelas que ouvem música alta muitas horas por dia têm alto risco de desenvolver problemas auditivos. Além disso, a idade também é um fator agravante para esse tipo de deficiências. O envelhecimento pode causar perdas auditivas irreversíveis.

Prevenção dos problemas auditivos

A principal medida para se prevenir de problemas auditivos é evitar a exposição prolongada a sons de intensidade alta. De acordo com a OMS, os ruídos em ambientes de trabalho não devem superar os 85 decibéis e a exposição pode chegar a no máximo 8 horas com intervalos e uso de proteção.

Em outras circunstâncias com ruídos mais intensos (bares e boates e eventos esportivos), a OMS preconiza exposição máxima de 100 decibéis durante 15 minutos.

Quem tem o hábito de utilizar fones de ouvido para ouvir música é aconselhado a reduzir o volume e limitar o uso dos aparelhos auditivos em 1 hora por dia.

Foto: © Dora Zett - Shutterstock.com

Veja também

Publicado por Pedro.CCM. Última modificação: 31 de agosto de 2017 às 11:45 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Como evitar problemas auditivos', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.