Dor nos seios: causas e tratamentos

Novembro 2017

Falamos em dor nos seios quando há aumento da sensibilidade ao toque ou quando há dor espontânea na região. A dor nos seios, também conhecida como mastalgia ou mastodínia, pode ser normal no fim dos ciclos menstruais e durante a gravidez. Adolescentes do sexo masculino também podem experimentá-la devido às alterações hormonais processadas na puberdade.


Causas normais de dor nos seios

Como causas normais para dor nos seios podemos mencionar as alterações hormonais relacionadas à menstruação e gravidez, especialmente no primeiro trimestre e em mulheres jovens. Outras causas incluem a puberdade (em homens e mulheres), amamentação e pré-menopausa. Pode haver também maior sensibilidade pós-parto. Em mulher, as dores costumam desaparecer na menopausa.

Causas patológicas da dor nos seios

As causas patológicas da dor nos seios podem ser infecções, tais como a fibrose cística e mastite, infecção bastante comum durante a amamentação e que muitas vezes se manifesta por vermelhidão, secreção no mamilo e febre. Outros fatores incluem o alcoolismo, traumatismos, tratamento com certos medicamentos como digoxina e diuréticos, e infecções por herpes.

Quando consultar um médico por dor nos seios

Consulte seu médico se ocorrer secreção nos mamilos (sangue ou pus), se os seios estiverem inchados ou endurecidos após o parto, se aparecerem sinais de infecção ou mastite, se ao apalpar os seios sentir uma protuberância acompanhada de dor e que não desaparece após o período menstrual, ou também quando há dor nos seios persistente e inexplicável.

Investigações complementares da dor nos seios

Alguns dos exames que podem ser realizados incluem mamografia, biópsia de mama, cultivo da secreção do mamilo para verificar a origem da infecção, análise e estudo desta secreção e uma biópsia por agulha fina (uma pequena agulha é inserida no peito para remover o líquido).

Tratamento para aliviar a dor dos seios

O tratamento depende da causa do problema. Quando está relacionada com o período pré-menstrual, o tratamento com contraceptivos orais pode ser indicado. Quando a dor nas mamas é causada por doença fibrocística, ela pode melhorar ao se reduzir o consumo de café, tomar suplementos de vitaminas B e E, comer menos alimentos gordurosos e mais fibras vegetais.

Entretanto, há ocasiões em que é necessário recorrer a terapias hormonais. Quando a causa é um tratamento de mastite se pode utilizar antibiótico ou fazer tratamento com [/faq/944-drenagem. Na mastalgia por traumatismo podem ser aplicadas compressas frias e usar anti-inflamatórios não esteroides.

Como prevenir a dor nos seios

Se você tem seios grandes, recomenda-se usar um sutiã que fique bem ajustado para que apoie bem as mamas. É aconselhável evitar a ingestão de café, chocolate e refrigerantes. O autoexame da mama deve ser realizado todos os meses de três a cinco dias depois da menstruação, quando o tecido mamário está menos sensível.


Foto: © Tuzemka - Shutterstock.com
Publicado por Joana.Saude. Última modificação: 4 de maio de 2017 às 15:07 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Dor nos seios: causas e tratamentos', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.