Quantidade de açúcar nos alimentos

Julho 2017

Avaliar a quantidade de açúcar presente na dieta não é fácil, pois existe o açúcar visível - em pães, bolos e doces - e aquele invisível, encontrado naturalmente em frutas, no leite e também adicionado em produtos industrializados. O consumo de açúcar não deve ultrapassar 10% do total de calorias diárias. O açúcar provoca aumento de peso, cárie e doenças crônicas. A solução para reduzir o consumo diário de açúcar é conhecer sua quantidade nos alimentos. Veja abaixo a lista com alguns deles. A unidade de medida utilizada foi a colher de sopa rasa.


Biscoito amanteigado

Apesar de ter um sabor predominantemente salgado, cada biscoito amanteigado contém uma colher de açúcar. Por conta disso, pessoas que consomem com frequência esse tipo de produto devem buscar reduzir outras fontes de açúcar, como refrigerantes e doces.

Chocolate

Apenas um quadradinho de chocolate contém meia colher de açúcar. Ou seja, comer duas fileiras de uma barra de chocolate ao leite corresponde de 5 a 6 colheres de açúcar. O chocolate, favorito de muita gente, deve ser consumido com bastante moderação.

Cereais matinais

Os flocos de arroz com açúcar e outros tipos de cereais consumidos com leite no café da manhã também têm uma grande quantidade de açúcar. Uma tigela com o produto equivale de 2 a 3 colheres de açúcar.

Biscoito água e sal

Apesar de serem anunciados como compostos de água e sal, os biscoitos do tipo cream cracker também levam açúcar em pequenas quantidades. No entanto, são necessários 20 biscoitos para uma pessoa consumir uma colher de açúcar.

Petit gateau

O petit gateau, também chamado de muffin, chega a conter 7 colheres de açúcar em sua composição e é um dos produtos mais açucarados que se pode encontrar. O ideal é prepará-lo você mesmo ou comprar de uma loja artesanal. O produto industrializado é o que possui a maior quantidade de açúcar.

Iogurte

Os iogurtes com sabor de fruta vendidos no mercado podem parecer uma opção bastante saudável, mas contêm até 2 colheres de açúcar em sua composição. O mais correto é comprar um iogurte natural e adicionar uma fruta na hora de tomar. Além de ter menos açúcar, essa opção lhe dará mais vitaminas e minerais.

Refrigerantes

Aí está um dos maiores vilões das dietas modernas: o refrigerante. Além de não trazer saciedade como água e sucos naturais, os refrigerantes são altamente calóricos. Algumas marcas chegam a ter 7 colheres de açúcar em apenas uma lata. Sucos de fruta industrializados e os chamados smoothies possuem a mesma quantidade.

Folhados doces

Folhados doces, seja de chocolate ou com frutas, possuem de 2 a 3 colheres de açúcar. Além disso, a massa folhada torna esse tipo de alimento bastante gorduroso por levar muita manteiga em sua receita.

Compotas

Doces em compota, muito tradicionais em certas regiões do Brasil, costumam ser bastante açucarados no paladar e também na composição. Uma colher de açúcar para cada duas colheres do doce.

Ketchup

Quem acrescentar ketchup em praticamente qualquer refeição está consumindo muito do chamado açúcar invisível. Cada sachê do molho leva uma colher de açúcar.

Biscoito recheados

Os biscoitos recheados são outro grande vilão, principalmente para as crianças. Cada biscoito recheado leva uma colher de açúcar, em média.

Águas aromatizadas

As águas aromatizadas, produto lançado no mercado há alguns anos, não podem substituir o consumo de água mineral por falta de nutrientes e também porque levam até 3 colheres de açúcar em uma garrafa pequena.

Cheeseburger

Pode não parecer, mas o famoso cheeseburger das cadeias de fast food leva bastante açúcar. Um sanduíche de tamanho médio, com uma fatia de carne e duas de queijo, possui de 2 a 3 colheres de açúcar.

Foto: © pixelrobot - 123RF.com

Veja também

Publicado por Pedro.Saude. Última modificação: 6 de abril de 2017 às 10:36 por Pedro.Saude.
Este documento, intitulado 'Quantidade de açúcar nos alimentos', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.