Técnica e indicações da mamografia

Dezembro 2017

A mamografia é um tipo especial de radiografia das mamas. É frequentemente usada para detectar câncer de mama em mulheres que não têm sinais ou sintomas da doença (teste de rastreamento). Também pode ser usada se a mulher tiver um nódulo ou outro sinal de câncer de mama. É um exame radiológico da mama que não requer nenhuma preparação.

Como a mamografia é feita

Com o busto despido, a paciente fica em frente a uma máquina de radiografia. A pessoa que faz o estudo coloca a mama entre duas placas de plástico. As superfícies pressionam a mama tornando-a mais plana. Isto pode ser desconfortável, mas ajuda a obter uma imagem mais clara da mama. É um teste rápido (leva cerca de 15 minutos) e às vezes pode ser doloroso, porque se deve pressionar com força os seios para obter imagens de boa qualidade e essa manobra pode causar dor nos seios.

Detectar uma anomalia na mamografia

A mamografia pode detectar algumas anomalias na mama. Normalmente, as mamografias muitas vezes possuem resultado normal e não detectam nada anormal. Quando aparece uma anormalidade não é necessariamente um câncer. Se for detectada uma anormalidade é necessário realizar testes adicionais, tais uma ecografia, o mais rapidamente possível.

Rastreamento sistemático

O rastreio sistemático do câncer da mama deve ser realizado em mulheres com idades entre 50 a 74 anos em centros autorizados. O diagnóstico precoce do câncer de mama torna o tratamento mais fácil e reduz o risco de morte por câncer de mama em 25%. Os resultados de mamografia são enviados para o médico no dia seguinte.

Se for detectada alguma anomalia, será indicada a realização de outros exames radiológicos (como ecografia) imediatamente. Se você usa uma prótese de silicone, utiliza medicamentos hormonais ou passou por alguma intervenção cirúrgica, você deve informar o radiologista sobre isso.

Inconvenientes da mamografia

A mamografia ajuda a reduzir o número de mortes devido ao câncer de mama em mulheres com idade entre 40 a 70 anos. Mas pode haver também desvantagens: ela pode detectar outros tipos de lesões que não são cancerígenas e causar na mulher problemas de ansiedade até que não se tenha feito outros testes complementares, como a ecografia para descartar uma patologia maligna. Podemos também encontrar com falsos negativos, ou seja, a mamografia não detecta câncer quando na verdade ele existe. Além disso, a exposição à radiação pode ser considerada um inconveniente.

Foto: © Alexandr Porubaymykh - Shutterstock.com
Publicado por Joana.Saude. Última modificação: 14 de outubro de 2017 às 20:18 por Natali_CCM.
Este documento, intitulado 'Técnica e indicações da mamografia', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.