Asma na infância: sintomas e fatores de risco

Agosto 2017

Especialmente para as crianças, a asma pode ser uma limitação na vida diária, seja através da ausência frequente na escola, desconforto geral ou dificuldade ao praticar esportes. Por conta disso, é importante que a doença seja diagnosticada e tratada precocemente.


Fatos e números sobre asma na infância

A asma é uma das principais causa de perda de aula por crianças. Os dados sobre a doença dão uma dimensão de sua importância: 25% dos quatro milhões de asmáticos são crianças e adolescentes. Dentre estes, 50% das crianças asmáticas sofrem pelo menos um ataque de asma por ano. A cada dez minutos nasce uma criança que sofre de asma, sendo que muitas delas sofrem crises asmáticas antes de completar 2 anos. Isto é particularmente perigoso pois, nesta idade, os pulmões ainda estão em desenvolvimento.

Sintomas da asma

Quanto menor é a criança, mais difícil é para ela descrever os sintomas. Os pais devem, portanto, observar a criança e consultar o pediatra em caso de dúvida. Os seguintes sintomas podem indicar uma doença asmática em crianças: crise com chiado típico, respiração com chiado, tosse seca noturna, tosse após esforço físico, bronquite persistente, falta de ar, fadiga, dificuldade para fazer esportes e esforços físicos. Além disso, caso a criança tenha três bronquites antes do segundo ano de vida deve ser urgentemente avaliada para a asma.

Fatores de risco da asma em crianças

O tabagismo passivo é um fator de risco significativo para o desenvolvimento de asma, assim como se a mãe fumar durante a gravidez. As doenças alérgicas na família também representam um fator de risco para o desenvolvimento de asma.

O que pode desencadear ataque de asma

Um ataque de asma é muitas vezes causado por uma alergia. Os alergênicos mais comuns são: pólen, pelos de cão ou gato, ácaro e esporos de mofo. Se o seu filho mostra sinais de uma alergia é aconselhável levar a criança a um médico alergista.

Redução na adolescência

A asma desaparece em cerca de 40% dos casos apenas com a entrada do paciente na adolescência. Nos demais casos, ela tende a regredir em menor grau.

Importância do tratamento e acompanhamento da asma em crianças

Uma vez que se trata de uma inflamação progressiva das vias aéreas, a asma não tratada piora cada vez mais. Portanto, quanto mais cedo a asma for tratada, melhor a criança pode ser protegida contra danos a longo prazo.

Foto: © Arvind Balaraman - 123RF.com

Veja também

Publicado por Joana.Saude. Última modificação: 20 de junho de 2017 às 15:43 por Natali_CCM.
Este documento, intitulado 'Asma na infância: sintomas e fatores de risco', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.