Sopro no coração: causas e sintomas

Agosto 2017

Um sopro no coração é um ruído causado por uma turbulência no fluxo sanguíneo pelas válvulas cardíacas. O sopro é detectado ao se auscultar o coração com um estetoscópio. Um exame de ecocardiograma pode determinar a causa exata do sopro, que nem sempre significa uma doença ou transtorno. Cerca de 30% das crianças têm sopro no coração, na maioria das vezes benigno. Há uma escala de gravidade dos sopros, que vai de 1 a 6 para auferir o grau de risco do ruído.


Anatomia do coração

O coração tem quatro cavidades, duas superiores (aurículos) e duas inferiores (ventrículos). Essas cavidades estão separadas por válvulas e é através destas que o sangue passa de forma ordenada e sem emitir nenhum ruído.

Quando essas válvulas apresentam algum problema surge uma turbulência durante o fluxo, provocando vibrações que são transferidas para a parede do tórax e escutadas como o sopro cardíaco. Há ruídos normais quando as válvulas se fecham. Porém, o sopro ocorre no momento em que elas se abrem e o sangue circula por uma válvula estreita ou rígida.

Causas do sopro normal

Os sopros normais são causados por um fluxo sanguíneo turbulento, por um sistema nervoso altamente dinâmico mas dentro da normalidade e também por uma leve anormalidade das válvulas, que não traz consequências sérias à saúde do portador do sopro.

Causas do sopro anormal

Os sopros anormais são causados por malformações ou defeitos adquiridos nas válvulas cardíacas. Problemas do músculo cardíaco, responsável pelo bombeamento do sangue também podem provocar sopro. Outras causas possíveis são orifícios anormais na estrutura do coração, endocartite (infecção das válvulas e dos ventrículos), pericardite (inflamação da membrana que envolve o coração) e tumores benignos formados dentro do coração.

Sintomas do sopro cardíaco

Os sopros normais geralmente não provocam sintomas. Em alguns casos, o paciente com prolapso da válvula mitral sente uma leve dor no peito e outros sintomas inespecíficos. Já nos sopros anormais, os sintomas são mais evidentes e graves, como cianose (coloração azulada da pele), dor torácica, episódios de desmaio, palpitações, fígado com tamanho aumentado, veias do pescoço distendidas, fadiga e dificuldade para respirar. Também é possível notar aumento de peso, inchaço e dificuldade para realizar atividades físicas.

Diagnóstico do sopro cardíaco

A maioria dos sopros cardíacos normais são diagnosticados em um exame de rotina. Os sopros anormais podem ser descobertos da mesma maneira ou necessitar de exames complementares, como radiografia do tórax, eletrocardiograma e cateterismo cardíaco para sua detecção.

Tratamento do sopro cardíaco

Os sopros normais não requerem tratamento enquanto os sopros anormais têm a necessidade de tratamento definida pela causa do problema. Os medicamentos mais utilizados são diuréticos, antibióticos e anti-inflamatórios.

Cirurgia para sopro no coração

Uma cirurgia só é indicada para os casos mais graves. Nesse procedimento, as válvulas cardíacas com problemas são trocadas por válvulas artificiais para correção de malformações ou retirada de tumores cardíacos benignos.

Foto: © Sebastian Kaulitzki - Shutterstock.com

Veja também

Artigo original publicado por . Tradução feita por Pedro.CCM. Última modificação: 11 de maio de 2017 às 08:33 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Sopro no coração: causas e sintomas', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.