Coceira no corpo: causas e tratamento

Julho 2017

A coceira pode indicar alguma patologia interna, embora geralmente esteja associada com doenças de pele. Em 90% dos casos, a coceira surge a partir de condições de pele que não causam problemas. Nas demais vezes, a sensação aparece como sintoma de problemas internos.


O que é a coceira

A coceira é uma sensação desagradável que provoca impulso mais ou menos irreprimível de coçar-se. Ela é produzida pela excitação de terminações nervosas a diferentes estímulos que são transmitidos para o sistema nervoso central. É importante evitar qualquer coisa que induz à coceira, como banhos muito quentes, roupas que produzem atrito e estimulantes como o café.

Possíveis causas da coceira

A coceira pode tanto ser sinal de problema banal, como o estresse, quanto ocultar uma doença grave, como um quadro de câncer terminal. Ela pode ocorrer pela picada de insetos, queimaduras solares e algumas doenças de pele tais como psoríase, dermatite atópica, eczema, caspa ou pele seca. Também causam coceira infecções de pele (pé de atleta, sarna, piolhos, entre outros). Além disso, contato com produtos químicos e algumas plantas também pode gerar coceira.

No grupo de doenças que causam coceira estão insuficiência renal, diabetes, problemas de tireoide, renais, sanguíneos e alguns cânceres. Calor, fricção, uso de certos medicamentos e certos distúrbios metabólicos também podem causar coceira. Por fim, a causa pode estar associada a fatores psicológicos. Psiquiatras acreditam que, em muitos casos, existe ligação entre conflitos reprimidos no inconsciente e a pele, que é expressa através da coceira. A coceira generalizada geralmente é causada por reações alérgicas ou doenças renais e hepáticas.

Coceira com ou sem lesões de pele

Normalmente, a coceira está associada a lesões de pele. Nesses casos, o diagnóstico é fácil para um dermatologista. Urticária, descamação da pele, bolhas ou crostas podem aparecer. Estas lesões orientam o diagnóstico da origem do problema. Por outro lado, quando a pele está intacta ou apresenta apenas lesões provocadas pela coceira intensa, o especialista deve proceder a uma pesquisa mais cuidadosa sobre possíveis doenças que causam o sintoma.

Sintomas que podem acompanhar a coceira

A intensidade pela qual se percebe a sensação de coceira é variável de um paciente para outro. Ela pode ser influenciada pela fadiga, descanso noturno ou estresse físico e mental. A pessoa que sofre de coceira pode ter reações muito diferentes: irritabilidade, ansiedade, desespero ou mesmo, em alguns casos, nenhuma destas reações.

Como evitar a coceira

Banhos devem ser de curta duração, com água morna e usando pouco sabão. A coceira generalizada muitas vezes é acentuada à noite. É essencial manter a pele bem hidratada ao longo de todo o dia.

Tratamento para coceira

Quando a causa do sintoma é, por exemplo, a picada de um inseto, urtigas ou outras lesões da pele, pode-se aplicar um tratamento para os sintomas, com remédios para coceira ou corticoides de baixa potência. Os anti-histamínicos orais também podem ajudar. A coceira recorrente, generalizada ou sem causa aparente, precisa ser avaliada por exames médicos em busca da doença originária. Neste caso, deve-se tratar a doença, sempre que possível, e controlar a coceira com medicamentos. Pacientes com depressão ou ansiedade devem receber terapia focada especificamente em seus problemas psicológicos. A estimulação elétrica nervosa é uma das técnicas mais recentes introduzidas com sucesso sobre este grupo de pacientes.

Tratamentos alternativos para coceira

As loções hidratantes, aplicadas uma ou várias vezes por dia, podem ajudar a aliviar a pele, uma vez que combatem o ressecamento. Águas termais também podem ser benéficas já que são ricas em minerais com propriedades anti-inflamatórias e diminuem a coceira. Pacientes estressados e deprimidos podem utilizar técnicas de relaxamento como a ioga para combater a ansiedade e reduzir a coceira. É de grande ajuda usar roupas de fibras naturais como algodão, evitar banhos muito quentes e usar produtos suaves para cuidados com a pele. Use luvas para minimizar a exposição a detergentes agressivos. É melhor manter as unhas curtas para diminuir os danos causados por arranhões. Evite beber café e álcool.

Coceira causada pela água

Essa forma peculiar de coceira foi analisada em estudo publicado no 'British Journal of Dermatology'. Ao todo, 363 pacientes, entre 3 e 75 anos, foram acompanhados. Destes, 37,7% apresentavam coceira após o contato com água. Este tipo de coceira é intensa, queima e causa irritabilidade significativa. Os sintomas aparecem após o banho, sem influência da temperatura ou salinidade. A coceira começa nas pernas, sobe para o tronco, vai até os braços e dura apenas alguns minutos. O mecanismo pelo qual a água induz a coceira é completamente desconhecido.

Foto: © Byjeng - Shutterstock.com

Veja também

Artigo original publicado por . Tradução feita por Joana.Saude. Última modificação: 13 de abril de 2017 às 10:22 por Natali.Saude.
Este documento, intitulado 'Coceira no corpo: causas e tratamento', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.