Teste de esforço

Novembro 2017

O teste de esforço (ou teste ergométrico) é um eletrocardiograma realizado durante a prática de exercício físico. Ele consiste no aumento do trabalho do coração a fim de detectar anomalias. O esforço muscular é realizado em corridas de bicicleta ou esteira para aumentar as necessidades de oxigênio do coração. É geralmente prescrito pelo clínico geral ou cardiologista. Este teste mede frequência cardíaca máxima, consumo de oxigênio e rejeição de ácido carbônico.


Por que fazer o teste

De acordo com a pessoa, o teste de esforço tem vários objetivos: diagnóstico, avaliação e rastreamento. Na medicina esportiva, ele é usado para determinar o modo de treinamento para um atleta de alto nível.

Para que serve o teste ergométrico

É possível realizar um teste de esforço a partir da adolescência. É especialmente recomendado para homens com mais de 40 anos e mulheres com mais de 50 anos que desejam praticar alguma atividade física e para as pessoas que se preparam para um esforço esportivo intenso (por exemplo, correr uma maratona) e atletas de alto nível de diferentes modalidades.

Onde fazer um teste ergométrico

Um teste ergométrico deve ser realizado em clínicas especializadas e equipadas com os aparelhos de monitoramento e socorro necessários. O Sistema Único de Saúde (SUS) oferece esse exame gratuitamente em diversos hospitais.

Preparo para o teste ergométrico

Em primeiro lugar, o paciente que fará um teste ergométrico deve receber indicação do exame de um clínico geral ou cardiologista. Antes do teste, ele deve se alimentar de maneira adequada para a prática de esforço físico e utilizar roupas próprias para corrida como short e tênis.

Como é feito o teste de esforço

O exame é realizado na presença de um médico. Em primeiro lugar, o médico realiza uma entrevista centrada no histórico familiar e riscos cardiovasculares do paciente, questionando sobre consumo de tabaco e álcool e presença de doenças como diabetes, hipertensão e obesidade. Em seguida, um exame clínico é realizado para medição da frequência cardíaca e da pressão arterial e ausculta dos pulmões e coração.

O teste de esforço propriamente dito se desenvolve em fases de progressão: a aceleração da esteira ou resistência da bicicleta é aumentada a cada três minutos, em média. O teste é interrompido em caso de significativa exaustão ou falta de ar, ao se atingir a frequência cardíaca máxima, elevação da pressão arterial, alteração do ritmo cardíaco ou mal estar do paciente.

Quanto tempo dura o teste ergométrico

Em média e se tudo correr bem, um teste de esforço demora cerca de 20 minutos. No entanto, ele pode ser interrompido a qualquer momento pelo médico responsável caso de algum dos problemas citados acima.

Resultados do teste ergométrico

Diversos resultados podem sair de um teste ergométrico e eles dependem do objetivo do exame. Para pessoas interessadas em iniciar uma prática esportiva, o teste de esforço dá o aval para a realização da atividade. Já em atletas de alto nível, o teste serve para medir o desempenho cardíaco. Além disso, um teste de esforço pode indicar a presença de problemas cardíacos e respiratórios que deverão ser analisados mais detidamente para um diagnóstico conclusivo.

Contraindicações do teste de esforço

O teste de esforço não é recomendado em casos de infarto recente do miocárdio, angina de peito instável, hipertensão, endocardite, pericardite ou miocardite e insuficiência respiratória.


Foto: © ljupco - 123RF.com
Publicado por Joana.Saude. Última modificação: 13 de novembro de 2017 às 13:22 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Teste de esforço', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.