Dicas para depilação das partes íntimas

Agosto 2017

A depilação das partes íntimas é algo muito comum e pode ser realizada em salões de beleza, centros de estética, spas ou mesmo em casa. A depilação íntima requer técnicas especializadas. Caso a mulher queira fazer o procedimento em casa, a primeira medida é tomar um banho quente, o que irá suavizar o pelo e facilitar o corte. Veja algumas dicas sobre o procedimento.


Depilação com lâmina

É uma forma clássica devido à sua conveniência. No chuveiro, a depilação é realizada com água e sabão ou creme de barbear. O problema é que em cerca de uma semana o pelo reaparece. Quando o pelo cresce novamente pode provocar coceiras e pequenas espinhas devido à inflamação dos folículos pilosos.

Cremes depilatórios

Eles são simples de usar e totalmente indolores, mas tendem a irritar a pele. Seu uso não é recomendado a menos que se tenha comprovado que a pele suporta a fórmula, por mais suave que esta seja, e que o atrito subsequente da virilha com as roupas íntimas e calças não causa nenhuma reação.

Depilação a laser

Para eliminar completamente os pelos, são necessárias de seis a oito sessões, dependendo da resistência do pelo. O laser é mais eficaz se o pelo for escuro e não é recomendado para mulheres com cabelos loiros ou ruivos. Apesar de ser caro, a depilação a laser tem bom custo-benefício.

É importante ressaltar que a depilação a laser deve ser supervisionada por um profissional gabaritado a manipular este tipo especial de equipamento. Apenas o especialista terá o conhecimento necessário para não causar efeitos colaterais, tais como queimaduras ou despigmentação da pele.

Depilação com cera

A depilação com cera tem a vantagem de ter efeitos mais duradouros do que a depilação com lâmina, mas pode ser muito dolorosa. Durante o procedimento, a cera é aplicada na pele e puxada na direção oposta ao crescimento do pelo. Ao puxar, deve-se usar força suficiente para retirar a cera com o pelo, mas fazê-lo com cuidado, para não causar hematomas na área.

Barbeadores elétricos

Se a depilação é feita com barbeador elétrico, deve-se escolher a lâmina adequada para áreas sensíveis, pois assim ela irá se adaptar melhor à forma do corpo. É necessário passá-la na direção do crescimento do pelo e, só no caso de algum pelo não sair, passar na direção oposta. É aconselhável esticar a pele com a outra mão enquanto passa a máquina. No final, deve-se aplicar uma loção, óleo corporal, creme ou talco.

Depilação brasileira

A depilação parcial ou total da virilha tornou-se mundialmente conhecida como depilação brasileira. Quando é parcial pode se deixar uma linha de pelo no centro, mas na maioria dos casos a remoção dos pelos pubianos é completa.

Desvantagens de remoção dos pelos pubianos

Além de ser muito dolorosa, a depilação completa da área pubiana pode ser prejudicial por retirar a proteção natural do organismo contra a entrada de germes na área genital. O pelo forma uma camada protetora que, se retirada, pode deixar os órgãos genitais mais expostos a infecções por bactérias e vírus. Alguns estudos científicos, no entanto, discordam dessa teoria, ainda hoje controversa.

Complicações da depilação

Podem aparecer espinhas resultantes de folículos pilosos infectados ou pelos encravados. A pele também pode queimar, pois é muito sensível. Podem aparecer pequenas fissuras como resultado do ressecamento.

Foto: © Vladimir Gjorgiev - Shutterstock.com

Veja também

Publicado por Joana.Saude. Última modificação: 11 de agosto de 2017 às 15:20 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Dicas para depilação das partes íntimas', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.