Suor noturno: o que pode ser

Novembro 2017

Frequente em mulheres ao longo de sua vida, suores noturnos são um sintoma de algum distúrbio de origem hormonal geralmente benigno. Também podem afetar homens e mulheres como sintoma de doenças mais ou menos graves.


Ondas de calor noturnas

Suores noturnos e ondas de calor são manifestados por uma transpiração súbita e abundante, que pode deixar os lençóis e roupas molhados durante o sono. O caráter súbito, excessivo e repetido do fenômeno pode indicar uma origem patológica.

Antes de consultar um médico

Antes de consultar um médico, verifique se esses suores não estão relacionados à temperatura ambiente inadequada (sobreaquecimento), uso de roupas muito grossas ou efeitos colaterais de algum medicamento. Caso você suspeite desta última condição, procure um médico.

Suores noturnos na mulher

Ciclos menstruais e aumento de calor

No ciclo menstrual, os suores noturnos podem ocorrer durante o período pré-menstrual e durante a menstruação. Geralmente se manifestam por uma sensação muito breve de calor ou frio, por vezes acompanhada dos suores. Estes correspondem à fase do ciclo menstrual ou uma diminuição significativa nos níveis de estrogênio.

Menopausa e suores noturnos

Os suores são sintomas da menopausa. Estes fenômenos podem ocorrer tanto de dia quanto à noite. Uma transpiração excessiva durante o sono pode interrompê-lo, com potencial impacto na qualidade de vida. Este sintoma é uma das razões mais frequentes para consulta médica de mulheres na menopausa. Vários tipos de tratamento podem ser realizados para aliviar estes sintomas: mudanças na dieta (redução de bebidas quentes, café, álcool, pratos picantes), prática de atividade física, técnicas de relaxamento, reposição hormonal. Dependendo do quadro, é possível recomendar alguns medicamentos para solucionar o problema.

Causas não-orgânicas de suores noturnos

As causas não-orgânicas mais frequentes dos suores noturnos são pesadelos, estresse pós-traumático, fadiga crônica e abstinência de dependentes químicos. Suores noturnos também podem ocorrer como efeito colateral de um tratamento medicamentoso. A ingestão em excesso de temperos picantes também pode causar sudorese noturna.

Suores noturnos e doenças graves

É preciso consultar um médico imediatamente se os suores noturnos ocorrem repetidamente e de modo inexplicável. Associados a outros sintomas, os suores noturnos podem indicar doenças graves como a leucemia linfocítica crônica, doença de Hodgkin (câncer nos gânglios linfáticos), pleurisia, pielonefrite crônica, tuberculose, AIDS ou hipotireoidismo. Outras causas conhecidas são hiperidrose idiopática (produção excessiva de suor sem razão identificada), refluxo gástrico e apneia do sono.

Foto: © dandamanwasch - 123RF.com
Publicado por Joana.Saude. Última modificação: 18 de abril de 2017 às 15:30 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Suor noturno: o que pode ser', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.