PSA: antígeno prostático

Novembro 2017

O antígeno prostático, comumente chamado de PSA no jargão médico, é uma proteína fabricada pela próstata. Essa proteína permite tornar o esperma mais fluido, favorecendo o deslocamento dos espermatozoides e é encontrado em pequena quantidade no sangue dos homens. Sua elevação pode indicar problemas.

PSA alto

Uma taxa elevada do antígeno prostático é o causador de uma anomalia prostática. Alguns são benignos, tais como em casos de um aumento isolado do tamanho da próstata, chamada de hipertrofia benigna da próstata. Porém, algumas vezes essa elevação do nível de PSA pode ser indício de uma condição mais grave.

Carcinoma da próstata

A alta do antígeno prostático pode levar à suspeita de câncer de próstata. Em função da taxa e dos diferentes critérios como idade ou sintomas, outros exames clínicos podem ser realizados, como uma biópsia da próstata. O controle sistemático de PSA é recomendado para os homens acima dos 50 anos.

Valores de referência de PSA

Os valores normais de PSA no sangue são de 4 nanogramas por mililitro. Esses valores tendem a aumentar com o avançar da idade e, por isso, é recomendável analisar cada caso antes de se fazer o diagnóstico. Alguns fatores como relações sexuais recentes, exame retal e procedimentos urológicos podem interferir no resultado. Homens acima dos 50 anos e que possuam casos de tumor na próstata na família devem fazer essa análise pelo menos uma vez por ano.

Foto: © Sherry Yates Young - Shutterstock.com
Artigo original publicado por p.horde. Tradução feita por asevere. Última modificação: 13 de outubro de 2017 às 10:26 por Natali_CCM.
Este documento, intitulado 'PSA: antígeno prostático ', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.