Gastrite: fatores de risco e prevenção

Dezembro 2017


A gastrite é uma inflamação da mucosa interna do estômago. Os sintomas mais habituais da doença são dor e queimação na parte superior do abdômen, náuseas, inchaço abdominal, vômitos, dificuldades de digestão e, em algumas ocasiões, sangramentos. No entanto, há muitos casos de gastrite, principalmente os crônicos, em que a doença é assintomática.

Fatores de risco da gastrite

Alguns hábitos podem favorecer o desenvolvimento da gastrite, tais como dieta rica em gorduras e alimentos muito condimentados, consumo exagerado de café, tabagismo, consumo excessivo de álcool, uso de aspirinas e medicamentos anti-inflamatórios, antirreumáticos e consumo de cocaína.

Além disso, doenças também são fatores de risco para a gastrite, como transtornos autoimunes, infecções virais por citomegalovírus e herpes simplex e, principalmente, uma infecção pelo Helicobacter pylori. Traumatismo, pós-operatório de cirurgias complexas, insuficiência renal e quadros de ansiedade e estresse também podem aumentar o risco de uma gastrite.

Sintomas mais frequentes

Os sintomas mais frequentes da gastrite são dor na parte superior do abdômen, falta de apetite, náuseas e vômitos, dor de estômago, sensação de inchaço e queimação e hemorragia abdominal. Neste último caso, o sangramento pode ser percebido pelas fezes enegrecidas e vômitos com sangue.

O que evitar contra a gastrite

Comidas pesadas com muitos condimentos e gordura animal são perigosas, assim como bebidas gasosas, principalmente refrigerantes, que podem disparar crises de gastrite e causar grave incômodo ao paciente ao aumentarem a secreção de suco gástrico no estômago. Também é importante que uma pessoa com gastrite não fume e nem consuma álcool ou café. Além disso, é aconselhável não fazer grandes refeições pouco tempo antes de dormir.

Foto: © pathdoc - Shutterstock.com
Publicado por Pedro.CCM. Última modificação: 3 de novembro de 2017 às 14:44 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Gastrite: fatores de risco e prevenção', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.
Herpes labial: sintomas e formas de contágio
Hemorroidas: complicações possíveis