Adesivo de nicotina: como usar e resultados

Dezembro 2017

Método cada vez mais adotado por quem pretende abandonar o cigarro, o adesivo de nicotina fornece ao paciente doses reduzidas de uma das substâncias mais viciantes do cigarro livre de outros elementos tóxicos encontrados nele, tais como o alcatrão e o monóxido de carbono.


Adesivo de nicotina funciona

O adesivo de nicotina apresenta bons resultados em pessoas que têm alta dependência do cigarro, com consumo de mais de dez cigarros por dia ou caso o paciente tenha pontuado acima de cinco no Teste de Fagerström, que mede o nível de dependência da pessoa.

Como usar o adesivo de nicotina

O indivíduo que adotar esse tratamento deve colar um adesivo sobre a pele em qualquer parte do corpo (sem pelos) e deixá-lo por 24 horas. Seu pico de absorção acontece entre quatro e nove horas após o contato com a pele. Ao trocar o adesivo, é preciso colar o novo em outra parte do corpo e repetir esse processo todos os dias, até o fim do tratamento.

Duração do tratamento com adesivo de nicotina

Geralmente, o uso do adesivo de nicotina varia de dois a três meses. O mais comum é que a dose comece com adesivos de 21 miligramas e seja reduzida progressivamente. Em média, a diminuição é de 7 mg a cada quatro semanas.

Resultados do adesivo de nicotina

Grande parte das pessoas que utilizam o adesivo de nicotina conseguem se livrar do cigarro após seis meses de tratamento. O acompanhamento psicoterápico eleva as chances de sucesso dessa e outras técnicas para parar de fumar.

Efeitos colaterais do adesivo para parar de fumar

O efeito mais comum relatado pelos pacientes são irritações na pele devido ao contato com o adesivo. Há pessoas, no entanto, que não apresentam nenhum problema com o uso dos adesivos.

Chiclete de nicotina

Outro tratamento bastante aplicado no combate ao fumo é o chiclete de nicotina, que pode complementar o uso do adesivo. Ele entra em cena quando a pessoa apresenta sintomas fortes de abstinência e pode ser prescrito nas versões de 2 a 4 miligramas.

Adesivo de nicotina no SUS

Desde 2004, o Sistema Único de Saúde (SUS) oferece tratamento para pessoas que desejam parar de fumar. Além de acompanhamento com psicológicos e reuniões com fumantes e ex-fumantes, o tratamento contra a dependência do tabaco pode envolver, sob prescrição médica, o uso de reposição de nicotina tanto com uso do adesivo quanto do chiclete.

Foto: © Diana Eller - 123RF.com

Veja também

Publicado por Natali_CCM. Última modificação: 16 de novembro de 2017 às 13:21 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Adesivo de nicotina: como usar e resultados', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.
Dengue hemorrágica: sintomas e tratamento
Remédios para diabetes