Escitalopram: prescrição e cuidados

Setembro 2017

O escitalopram é um antidepressivo utilizado no combate à depressão maior e à ansiedade. Ele acalma transtornos de pânico, fobias sociais e transtornos obsessivos compulsivos (TOC).


O que é o escitalopram

O escitalopram, ou exalato de escitalopram, é um medicamento antidepressivo da classe dos inibidores seletivos da recaptação de serotonina ou ISRS e tem se mostrado como um dos remédios do segmento com menos efeitos colaterais.

Ação do escitalopram

Esse medicamento corrige as concentrações de substâncias denominadas neurotransmissores, em especial a serotonina, geralmente baixa em quadros de depressão.

Para que serve o escitalopram

Essa droga é prescrita em casos de depressão, transtorno do pânico com ou sem ocorrência de agorafobia, transtorno de ansiedade generalizada (TAG), transtorno obsessivo compulsivo (TOC), fobia social, entre outras condições.

Dosagem de escitalopram

A dosagem recomendada do medicamento é de 5 a 20 miligramas por dia e o tratamento com o escitalopram se demonstra eficaz após, no mínimo, quatro meses de uso.

Escitalopram engorda

Algumas pessoas, ao iniciar o tratamento com antidepressivos, apresentam sintomas como ganho de peso, relacionado ao aumento de apetite causado pelo medicamento. Segundo um estudo realizado com 20 mil pacientes adultos nos Estados Unidos, pacientes que ingerem escitalopram têm um aumento de peso de aproximadamente 1,2 kg. Esse efeito, no entanto, não é observado em todos os pacientes.

Foto: © jedimaster - 123RF.com

Veja também

Publicado por Natali_CCM. Última modificação: 4 de agosto de 2017 às 15:15 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Escitalopram: prescrição e cuidados', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.