Conjuntivite: causas, sintomas e tratamento

Setembro 2017

A conjuntivite é uma infecção caracterizada pela inflamação ou irritação da conjuntiva, membrana que recobre a pálpebra e o globo ocular. Apesar de benigna, ela deve ser tratada para evitar maiores complicações e reduzir o risco de transmissão para outras pessoas.


Tipos de conjuntivite

De maneira geral, é possível dividir a conjuntivite em três tipos de acordo com a causa da infecção: bacteriana, viral e alérgica.

Conjuntivite bacteriana

A conjuntivite bacteriana é causada pela infecção de uma bactéria. As bactérias que mais comumente provocam conjuntivite são os estafilococos, estreptococos e pneumococos.

Conjuntivite viral

Alguns tipos de vírus provocam a conjuntivite do tipo viral. Entre eles estão o herpes simplex, o vírus da rubéola e o varicela, causador também da catapora.

Conjuntivite alérgica

A conjuntivite alérgica é desencadeada por uma reação alérgica a diferentes tipos de alérgenos como ácaros, pólen, mofo e pelo de animais. Esta é a única forma de conjuntivite não contagiosa.

Causas da conjuntivite

A conjuntivite, como visto anteriormente, pode ser causada por infecções bacterianas ou virais e por alergias. Além disso, o contato com produtos tóxicos e fatores ambientais, como excesso de exposição à luz, mudanças bruscas de temperatura e a fumaça do cigarro provocam a doença.

Sintomas da conjuntivite

A conjuntivite tem como principais sintomas vermelhidão e sensação de ardência e coceira nos olhos, lacrimejamento (às vezes acompanhado de pus) e sensação de ter areia nos olhos.

Transmissão da conjuntivite

A conjuntivite é uma doença altamente contagiosa. A tosse, espirro e o contato com objetos utilizados por uma pessoa infectada podem causar a transmissão. Por conta disso, pessoas que moram junto com um infectado devem ter muito cuidado para não se contaminarem.

Tratamento de conjuntivite

O tratamento da conjuntivite vai depender da causa da doença. A conjuntivite bacteriana, por exemplo, deve ser combatida com antibióticos enquanto a conjuntivite alérgica demanda o combate ao alérgeno causador que desencadeou a reação alérgica do paciente.

Colírio para conjuntivite

Em muitos casos, o médico especialista vai receitar o uso de um colírio para o tratamento da conjuntivite. Há diferentes substâncias nos colírios, entre elas cloranfenicol, dexafenicol, maxitrol, cetotifeno, e apenas um profissional especialista pode indicar o colírio a ser utilizado. Não utilize um colírio antes de consultar um médico.

Tratamento caseiro

Há também tratamentos caseiros que podem aliviar o incômodo causado pela conjuntivite. Alguns alimentos, com cenoura (suco de cenoura), chicória (em chá) e maçã (compressa com suco de maçã) são eficientes.

Foto: © Vladimir Gjorgiev - Shutterstock.com

Veja também

Publicado por Pedro.CCM. Última modificação: 7 de agosto de 2017 às 11:05 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Conjuntivite: causas, sintomas e tratamento', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.