Histeroscopia cirúrgica: para que serve

Dezembro 2017

A histeroscopia cirúrgica, também conhecida como vídeo-histeroscopia, é um procedimento utilizado na monitoração do interior do útero e na retirada de pólipos, miomas e tumores.


Como funciona a histeroscopia cirúrgica

Nesse procedimento, uma câmera é introduzida pela vagina e chega à cavidade uterina, que é iluminada e gera imagens nítidas em alta definição, permitindo a gravação. Realizada em um centro cirúrgico sob anestesia, a histeroscopia cirúrgica não deixa cicatrizes.

Cirurgias mais comuns na histeroscopia cirúrgica

Por meio da histeroscopia cirúrgica são realizados procedimentos como a polipectomia, miomectomia, lise de sinéquias intrauterinas, septoplastia, ablação ou redução endometrial. Os pólipos do útero e miomas intrauterinos, apesar de serem benignos, podem gerar infertilidade ou sangramento uterino anormal e, por isso, costumam ter indicação de retirada cirúrgica.

O que são sinéquias e septos uterinos

Sinéquias e septos uterinos, também removidos por meio da histeroscopia cirúrgica, ligam as paredes do útero e diminuem o espaço em seu interior, podendo levar à infertilidade. As sinéquias são originadas por agressões intrauterinas (curetagem, por exemplo) enquanto os septos uterinos são condições congênitas de algumas mulheres.

Dor na histeroscopia cirúrgica

A histeroscopia cirúrgica não dói, pois é feita sob anestesia.

Preparo para histeroscopia cirúrgica

Uma hora antes do procedimento, a mulher deve tomar um comprimido anti-inflamatório. Em caso de espessamento do canal uterino, pode ser necessário colocar um comprimido na vagina. No preparo da histeroscopia cirúrgica é necessário ficar em jejum.

Pós-operatório da histeroscopia cirúrgica

O pós-operatório da histeroscopia cirúrgica é tranquilo e requer apenas uma observação de 30 a 60 minutos. Em casos mais graves, a mulher pode ficar internada por até 24 horas, porém a recuperação da cirurgia é quase imediata.

Foto: © Pop Paul-Catalin - Shutterstock.com
Publicado por Natali_CCM. Última modificação: 9 de maio de 2017 às 12:26 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Histeroscopia cirúrgica: para que serve', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.
Doença de Crohn: sintomas e tratamento
Unha-de-gato: indicações e benefícios