Doenças transmitidas por gatos

Novembro 2017

Quando não recebem os cuidados adequados, os gatos podem transmitir doenças a humanos que entrem em contato com as suas fezes, saliva ou pelos. Medidas como vacinar o animal, mantê-lo em local limpo, com água potável e ração suficientes, ajudam a manter o gato livre das doenças listadas a seguir e prevenir que afetem seres humanos.


Toxoplasmose

Transmitida por meio do contato com as fezes do gato, a toxoplasmose pode causar malformação no bebê caso a mãe seja contaminada na gestação. Para evitar esse problema, o ideal é garantir que o gato faça sempre suas necessidades em uma areia própria, que deve ser limpa regularmente.

Alergia respiratória

Algumas pessoas podem sofrer de sintomas alérgicos como espirros, inchaço das pálpebras dos olhos e até asma quando entram em contato com gatos. Isso acontece por conta de uma proteína chamada glicoproteína. O problema tem tratamento, mas não pode ser curado totalmente. A melhor medida, nesse caso, é não possuir um gato em casa.

Ancilostomíase

Causada pela penetração de um parasita na pele humana, a ancilostomíase pode causar hemorragia hepática, tosse, febre, anemia, perda de apetite e fadiga. A melhor forma de prevenir esse mal é evitar andar descalço em casa e em lugares aos quais o gato tem acesso.

Micose de pele

Esse tipo de micose pode ser causado pelo contato pele a pele com os gatos e gera muita coceira e vermelhidão na pele. Medicamentos antifúngicos combatem esses sintomas.

Doença da arranhadura de gato

Ao arranhar a pele humana, o gato pode transmitir uma bactéria chamada Bartonella henselae, que pode causar infecção na pele em pessoas com sistema imunológico comprometido.

Esporotricose

A mordida ou arranhão do gato contaminado com o fungo causador da doença pode infectar humanos, que apresentarão feridas na pele que não cicatrizam. A melhor forma de se proteger é manter distância de animais feridos e tratá-los segundo as indicações do veterinário.

Síndrome da larva migrans visceral

Ao ingerir ovos da verminose, a pessoa pode ter intestino, fígado, coração ou pulmões comprometidos. A melhor forma de se proteger desse mal é jogar as fezes do animal no lixo devidamente ensacadas ou jogá-las fora pelo vaso sanitário.

Como prevenir as doenças causadas por gatos

Há algumas medidas que podem ser adotadas para evitar a contaminação pelos gatos. A primeira delas é levar o animal ao veterinário regularmente para que ele seja vacinado, lavar as mãos com água e sabão após tocar no animal, usar luvas ao manipular as fezes do gato, trocar a areia regularmente e não dormir na mesma cama que ele.

Foto: © Ermolaev Alexander - Shutterstock.com
Publicado por Natali_CCM. Última modificação: 26 de abril de 2017 às 11:54 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Doenças transmitidas por gatos', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.