Melanoma maligno: sintomas e tratamento

Novembro 2017

O melanoma é um tipo de câncer que se desenvolve nas células responsáveis pela pigmentação da pele. Essa lesão maligna é potencialmente grave e requer tratamento médico.


Onde o melanoma maligno pode surgir

O melanoma maligno pode aparecer na pele, mucosas, olhos e sistema nervoso central. Se for detectado apenas em estágio mais avançado, o melanoma maligno tem alta taxa de mortalidade.

Fatores de risco do melanoma maligno

Pessoas com pele clara, que se expõem de forma exagerada ao sol, com histórico de câncer de pele ou pintas congênitas têm mais chances de ter um melanoma maligno.

Sintomas do melanoma maligno

Manchas ou nódulos podem ser um melanoma maligno e, por isso, merecem a investigação de um especialista. Em geral, os sinais de um melanoma maligno englobam os seguintes aspectos:

Assimetria

Se sobrepostas, as formas de uma metade de uma pinta ou mancha sobre a outra não coincidem.

Bordas irregulares

Caso a mancha tenha um desenho similar ao de um mapa geográfico, com muitas irregularidades, ela merece investigação.

Coloração indefinida

Um melanoma maligno pode apresentar uma variedade de cores, que se manifestam em pintas e em manchas no corpo.

Diâmetro

Em geral, um melanoma maligno apresenta diâmetro maior que o fundo de um lápis.

Diagnóstico do melanoma maligno

O diagnóstico do melanoma maligno é clínico, com análise do aspecto da lesão, que pode ser plana ou elevada. Na sequência, uma biópsia e a dermatoscopia confirmarão o diagnóstico.

Metástase do melanoma maligno

O melanoma, assim como outras formas de câncer, pode sofrer metástase. Isso significa que o tumor se espalhou para outras áreas do corpo. Essa situação piora o prognóstico do tratamento. Inicialmente concentrado nas células da pele que produzem a melanina, o melanoma se espalha primeiro pelos nódulos linfáticos e, a partir deles, pode invadir outros órgãos, tais como fígado, pulmão e cérebro.

Tratamento do melanoma maligno

Primeiramente, o tratamento do melanoma maligno inclui a retirada do tumor com uma cirurgia. Depois, em alguns casos são necessárias radioterapia, quimioterapia e imunoterapia.

Como prevenir o melanoma maligno

Entre as medidas mais recomendadas para prevenir o melanoma maligno estão evitar a exposição ao sol entre as 10 e 14h, especialmente se tiver pele clara, aplicar regularmente o filtro solar sobre a pele, usar chapéu ou bonés quando tomar sol e procurar um especialista caso note alterações de forma, tamanho ou cor em pintas pré-existentes.

Melanoma maligno tem cura

Sim, o melanoma maligno tem cura. Para aumentar as chances de sucesso do tratamento, o ideal é que o diagnóstico seja feito na fase inicial da doença pois há menor risco de metástase do câncer. Por conta disso, é importante procurar um dermatologista a qualquer sinal de surgimento de manchas na pele com as características descritas acima.

Foto: © Alexander Raths - Shutterstock.com
Publicado por Natali_CCM. Última modificação: 9 de novembro de 2017 às 14:11 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Melanoma maligno: sintomas e tratamento', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.