Hipoglicemia: sintomas, riscos e tratamento

Novembro 2017

Episódios de hipoglicemia são frequentes em pacientes diabéticos. Por conta disso, é importante que essas pessoas saibam reconhecer os sintomas e manifestações que advertem para o quadro de hipoglicemia, que corresponde a um índice glicêmico inferior a 0,45 gramas por litro de sangue.


Causas da hipoglicemia

Existem diversas causas da hipoglicemia em pacientes diabéticos. A mais comum são desequilíbrios no tratamento, pois o excesso de insulina (ou uso acima do recomendado de medicamentos que aumentam a produção do hormônio) pode provocar diminuição dos níveis glicêmicos.

Além disso, problemas na alimentação do paciente, como comer em excesso, pular refeições ou absorção insuficiente de glicídios também pode levar a uma queda no índice glicêmico. Por fim, o consumo de bebidas alcoólicas é outro responsável pela ocorrência de hipoglicemia entre diabéticos.

Grupos de risco da hipoglicemia

Os diabéticos são o principal grupo de risco de sofrer de hipoglicemia. Entre eles, alguns estão mais sujeitos ao problema, tais como os pacientes que realizam tratamento com insulina, que apresentam neuropatias ou complicações renais e hepáticas, aqueles que não fazem controle da taxa glicêmica, os que não respeitam horários de alimentação e os pacientes diabéticos que abandonam o tratamento.


Além dos portadores da diabetes, crianças e adolescentes fazem parte do grupo de risco da hipoglicemia, assim como quem ingere bebida alcoólica em excesso.

Sintomas da hipoglicemia

Alguns dos sintomas mais frequentes de hipoglicemia são palpitações, palidez, náuseas, fadiga excessiva, sudorese, debilidade muscular, mal-estar generalizado e tremores pelo corpo.

Riscos de hipoglicemia

Além dos sintomas acima descritos, a hipoglicemia traz riscos mais graves caso não seja tratada e controlada há tempo. Quadros graves de crise hipoglicêmica podem provocar desmaios, crises convulsivas e ocasionar acidentes, lesões importantes, levar ao estado de coma ou mesmo à morte do paciente.

Tratamento de hipoglicemia

Apesar dos riscos associados ao problema, o tratamento da hipoglicemia é feito de maneira simples e todo paciente diabético deve ser fartamente orientado a como proceder em caso de hipoglicemia. O tratamento consiste inicialmente no consumo de 15 a 20 gramas de carboidratos, como uma colherada de açúcar, uma colher de mel, um copo de refrigerante.

Na sequência, o paciente deve checar seu índice glicêmico cerca de 15 minutos depois do consumo do carboidrato. Caso a taxa permaneça baixa, faça nova ingestão de açúcar. Quando o nível voltar ao normal, faça um pequeno lanche caso ainda falte muito tempo para a próxima refeição.

É fundamental não dirigir ou praticar atividade física intensa durante os 60 minutos seguintes à crise hipoglicêmica.

Foto: © Dmitry Lobanov - Shutterstock.com
Publicado por Pedro.CCM. Última modificação: 14 de outubro de 2017 às 18:54 por Natali_CCM.
Este documento, intitulado 'Hipoglicemia: sintomas, riscos e tratamento', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.