Caxumba: sintomas, contágio e tratamento

Novembro 2017

A caxumba, também conhecida como papeira ou parotidite, possui período de incubação de duas ou três semanas e, quando surge, tem sintomas característicos. Majoritariamente infantil, essa doença pode ser bastante grave caso afete adultos.


Sintomas da caxumba

Os sintomas da infecção são febre, calafrios, dores de cabeça, musculares e ao mastigar ou engolir, além de fraqueza. A caxumba também pode ser detectada pelo aumento das glândulas salivares próximas aos ouvidos, que fazem o rosto inchar. Em casos graves, a caxumba pode causar surdez e meningite, podendo levar até à morte.

Complicações possíveis da caxumba

Além da meningite e da surdez, que podem ser acarreadas por conta da caxumba, a infecção também pode causar inflamação e inchaço doloroso dos testículos nos homens ou dos ovários nas mulheres e levar à esterilidade.

Caxumba pode matar

Sim, a caxumba pode matar nos casos em que ela evolui para um quadro de meningite, doença que provoca inflamação das meninges cerebrais. Em geral, a internação do paciente é necessária quando essa complicação se instala.

Quanto tempo dura a caxumba

Sob tratamento, o período de inchaço varia de três a cinco dias. É nesse período que há risco de infecção de outras partes do corpo e complicações, o que exige observação atenta dos sintomas e acompanhamento médico.

Diagnóstico da caxumba

O diagnóstico da caxumba é feito basicamente a partir do exame clínico. Em caso de dúvida, um teste laboratorial pode ser feito para se medir a presença da proteína lipase no sangue. Essa proteína aumenta sua concentração se o paciente estiver infectado.

Caxumba é contagioso

A caxumba é altamente contagiosa e é provocada pelo vírus Paramyxovirus. Sua transmissão se dá pelo contato direto com gotículas de saliva ou perdigotos de pessoas infectadas.

Tratamento da caxumba

Não existem medicamentos específicos para o tratamento da caxumba. Portanto, a recuperação do paciente deve ser feita com bastante repouso, redução do contato com outras pessoas para evitar a transmissão da doença e uso de remédios para alívio dos sintomas. A alimentação deve ser baseada em alimentos líquidos e pastosos, o que facilita que o paciente engula e coma em maiores quantidades.

Como prevenir a caxumba

A melhor maneira de evitar a caxumba é por meio da vacinação aos 12 e 15 meses de vida. Caso uma pessoa já esteja infectada, recomenda-se que ela fique afastada da escola ou trabalho por nove dias, além de ser necessário desinfectar os objetos contaminados com secreções do nariz, da boca e da garganta.

Foto: © Tharakorn Arunothai - 123RF.com
Publicado por Natali_CCM. Última modificação: 14 de novembro de 2017 às 09:45 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Caxumba: sintomas, contágio e tratamento', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.