Hepatite viral: o que é e como tratar

Dezembro 2017

A hepatite viral engloba alguns tipos de doenças infecciosas sistêmicas que atingem o fígado. Em humanos, a hepatite viral é transmitida pelos vírus da hepatite A (HAV), B (HBV), C (HCV), D ou Delta (HDV) e o vírus da hepatite E (HEV).


Características da hepatite viral

Esse tipo de hepatite tem o fígado como alvo primário e provoca náusea, vômitos, mal-estar, dor de cabeça e perda de apetite em sua fase inicial. Colúria (urina escura) e acolia (fezes esbranquiçadas) antecedem a fase ictérica (pele e olhos amarelados) que, em geral, coincide com o surgimento de alterações nas provas de função hepática.

Tipos de hepatite viral

Hepatite A

É transmitida via oro-fecal, por água e alimentos contaminados ou contato pessoal com pacientes infectados. A hepatite A é mais comum em áreas onde são precárias as condições sanitárias e de higiene da população.

Hepatite B

Sua via primária de transmissão é a parenteral, ou seja, por contato com sangue e hemoderivados. A hepatite B também é transmitida por contato sexual e de mãe infectada para o recém-nascido. Os grupos de riscos são os usuários de drogas injetáveis, homossexuais ou heterossexuais com múltiplos parceiros.

Hepatite C

Sua forma mais comum de transmissão é a parenteral, por exposição percutânea direta ao sangue, hemoderivados ou instrumental cirúrgico contaminado. Usuários de drogas injetáveis, pacientes de hemodiálise e profissionais de saúde vítimas de acidentes perfuro-cortantes apresentam alto risco de infecção.

Hepatite D

A forma de transmissão é similar à da hepatite B. Esse tipo de hepatite viral apresenta caráter endêmico nas regiões de alta prevalência para a hepatite B, onde a transmissão se dá principalmente por vias não-parenterais (vertical ou por contato pessoal).

Hepatite E

A forma mais frequente de transmissão é por ingestão de água contaminada, com menor probabilidade de transmissão por contato pessoal. Os casos mais graves são observados entre as gestantes: 20% das que contraem o HEV evoluem para a forma fulminante, fatal em 80% dos casos.

Como diagnosticar a hepatite viral

A confirmação desse tipo de hepatite é feita por meio de provas da função hepática e pesquisa de marcadores sorológicos específicos (antígenos e anticorpos).

Tratamento da hepatite viral

As hepatites virais são tratadas essencialmente com uso de medicamentos. Recentemente, o Ministério da Saúde anunciou a inclusão de um novo coquetel de drogas para o tratamento da hepatite C no Sistema Único de Saúde (SUS). Esse grupo de remédios apresenta nível de cura próximo aos 95%. Atualmente, os tipos de hepatite B e C são os mais frequentes no Brasil, com cerca de 5 milhões de portadores dessas duas formas da doença hepática.

© Aksabir - Shutterstock.com

Veja também

Publicado por Natali_CCM. Última modificação: 28 de setembro de 2017 às 10:48 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Hepatite viral: o que é e como tratar', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.