Remédio indicado para corrimento

Maio 2017

O corrimento é caracterizando por uma secreção proveniente da vagina que pode ter mau cheiro e gerar desconforto na mulher. Para cada tipo de corrimento há um remédio específico a ser usado. É fundamental identificar, com um médico, qual é o micro-organismo que está causando o corrimento para que o tratamento seja eficaz.


Remédio para corrimento amarelo com mau cheiro

Esse tipo de corrimento, que pode gerar coceira e ardor ao urinar e no contato íntimo, geralmente é tratado com um comprimido de metronidazol 500 mg tomado de 12 em 12 horas durante sete dias consecutivos.

Remédio para corrimento branco com ou sem cheiro

Esse tipo de corrimento também pode gerar intensa coceira e ardor ao urinar e é tratado com 150 g de fluconazol em dose única.

Remédio para corrimento branco leitoso

Na maioria dos casos, esse corrimento, que em geral apresenta mau cheiro, é tratado com dois comprimidos de secnidazol 1 g em dose única.

Remédio para corrimento forte amarelado

Acompanhado de mau cheiro, ardor ao urinar e intensificação do cheiro após o contato íntimo, esse corrimento deve ser tratado com 1 g de ciprofloxacina em dose única.

Remédio caseiro para corrimento com mau cheiro

O chá de goiabeira é um ótimo remédio caseiro para corrimento vaginal do tipo amarelo esverdeado e com mau cheiro, ou corrimento branco tipo leite coalhado. Para fazer o chá, separe 30 gramas de folhas de goiabeira e coloque-as em um litro de água fervente. Abafe a infusão por cinco minutos. Depois, coe e faça um banho de assento com esse chá, lavando cuidadosamente toda a região genital. Repita o procedimento de duas a três vezes ao dia.

Foto: © Barabasa - Shutterstock.com

Veja também

Publicado por Natali.Saude. Última modificação: 2 de março de 2017 às 22:50 por Pedro.Saude.
Este documento, intitulado 'Remédio indicado para corrimento', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.