Colite: sintomas, causas e tratamento

Novembro 2017

A colite é uma inflamação do cólon que pode ter causas diversas. Existem dois tipos: colite aguda e crônica. As primeiras geralmente são causadas por infecções virais ou bacterianas, ao passo que as causas das segundas são mais difíceis de determinar.


Tipos de colite

A colite é uma condição que pode se apresentar em diversas formas. Conheça as principais.

Colite ulcerativa

A colite ulcerativa afeta, geralmente, a parte mais superficial do cólon e se caracteriza por episódios prolongados de diarreia intensa que podem ser acompanhadas por sangramento.

Colite infecciosa

A colite infecciosa é provocada pela ocorrência de uma infecção viral (citomegalovírus) no cólon. A transmissão do vírus pode ocorrer por via sexual ou através de transfusões de sangue, situação mais rara nos dias de hoje pois os bancos de sangue realizam extensas análises do sangue.

Colite pseudomembranosa

A colite pseudomembranosa é causada por uma infecção rara do intestino pela bactéria Clostridium difficile. O patógeno afeta a parede intestinal, provoca diarreias e os exames indica esbranquiçamento do cólon.

Colite nervosa

A colite nervosa é uma condição crônica que afeta jovens adultos, principalmente mulheres. Nestes casos, as pacientes têm o intestino muito sensível e diversas causas pode levar a um quadro de colite, tais como estresse, ansiedade, consumo exagerado de álcool, ingestão de alimentos condimentados, entre outros.

Sintomas da colite

Os principais sintomas da colite aguda são episódios de diarreia e dores abdominais. Em alguns casos podem até gerar diarreia com sangue e muco, febre e estado geral alterado. A colite crônica se apresenta por meio de dores abdominais, diarreia, sangramento gastrointestinal, fraqueza e perda de peso. Podem haver ainda fissuras e feridas no ânus.

Como se diagnostica a colite

O diagnóstico da colite deve avaliar, além dos sintomas citados acima, resultados dos exames médicos, como a colonoscopia, que também faz uma biópsia para avaliar, em laboratório, a origem da inflamação.

Colite crônica pode virar câncer

Quadros de colite crônica podem trazer complicações e, nos casos de colite universal (colite que afeta toda a região intestinal), há aumento no risco do paciente desenvolver câncer de intestino. Por conta disso, portadores de colite crônica devem realizar exames anualmente para avaliar o estado do intestino e antecipar um possível diagnóstico, aumentando as chances de sobrevivência caso algum tumor seja diagnosticado.

Dieta para colite

De maneira geral, pacientes com colite devem evitar produtos que exijam digestão prolongada, tais como fibras e produtos industrializados. Por outro lado, a dieta desse grupo pode contar com legumes, frutas, verduras, carnes brancas e laticínios. Também é recomendado beber bastante água ao longo dia e, por outro lado, evitar bebidas alcoólicas, café e chás.

Foto: © ruigsantos - Shutterstock.com
Publicado por Natali_CCM. Última modificação: 18 de outubro de 2017 às 12:12 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Colite: sintomas, causas e tratamento', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.