Proteína C reativa (PCR): análise do sangue

Novembro 2017

A proteína C reativa é um elemento que se faz presente no sangue em ocasiões específicas e sua dosagem em um exame de sangue auxilia os profissionais de saúde a identificar certas doenças e distúrbios que o paciente pode apresentar.


O que é o exame PCR

O valor da PCR, a proteína C reativa, é um dos elementos mais requisitados quando se faz uma análise do sangue, embora muitas pessoas ignorem seu significado. A proteína C reativa (abreviada como PCR) é uma proteína que se manifesta no sangue em casos de inflamações no organismo com as taxas de PCR aumentando rapidamente conforme a evolução da infecção. Esse é um marcador biológico seguro para diagnosticar qualquer tipo de reação inflamatória, mesmo em seus estágios iniciais.

Exame de sangue PCR

A dosagem da proteína C reativa é um teste utilizado para confirmar, como já dito, não apenas a presença de uma inflamação, mas também sua evolução até seu desaparecimento. O valor normal da proteína C reativa deve ser inferior a 6 mg/L.

Análise de PCR alta

Uma taxa de proteína C reativa alta é sintoma de uma infecção ou outros males, tais como pielonefrite, câncer no pulmão, doenças autoimunes, como, por exemplo, artrite reumatoide, esclerodermia, queimaduras e muitos outros.

Estudo da PCR

Os valores podem variar de acordo com o laboratório e as técnicas utilizadas. É importante saber que os resultados em si não representam um diagnóstico, mas é recomendável consultar um médico, que poderá pedir exames complementares e prescrever um tratamento, caso ele julgue necessário.

Foto: © David Persson - Shutterstock.com
Publicado por Natali_CCM. Última modificação: 4 de outubro de 2017 às 13:17 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Proteína C reativa (PCR): análise do sangue', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.