Narguilé: consequências para a saúde

Julho 2017

O narguilé é um tipo de cachimbo bastante utilizado por povos hindus e persas - e atualmente difundido por todo o mundo - que consiste no aquecimento de uma água perfumada que atravessa um longo tubo até chegar à boca dos usuários. Tradicionalmente, o narguilé é compartilhado por um grupo de amigos em momentos festivos.


Narguilé faz mal

O narguilé é composto por 25% de tabaco misturado a aromas de frutas e outras essências. A sensação agradável que seu uso provoca mascara os danos que o narguilé pode trazer para a saúde dos usuários. Seu consumo aumenta o risco de diversos tipos de câncer, principalmente aqueles associados ao consumo de cigarro, bronquite crônica e problemas cardiovasculares.

Narguilé é droga

Análise realizada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) demonstrou que os tipos de tabaco mais comumente utilizados no narguilé contêm quatro vezes mais nicotina do que os cigarros convencionais. Além disso, esses produtos podem ter uma concentração até 100 vezes maior de alcatrão. Por estes motivos, este produto pode ser considerado uma droga.

Equivalência do narguilé com cigarro

Alguns estudos científicos revelam um aumento da concentração de monóxido de carbono no organismo após o consumo de narguilé. O monóxido de carbono inalado no narguilé chega a ser 11 vezes maior do que o cigarro. A OMS aponta que uma rodada do cachimbo equivale a fumar 100 cigarros.

Risco de transmissão de doenças pelo narguilé

Fumar narguilé também aumenta o risco de transmissão de doenças como tuberculose e herpes nos casos em que os usuários compartilham o mesmo bico do produto.

Foto: © Roman Rybaleov - Shutterstock.com

Veja também

Artigo original publicado por . Tradução feita por Pedro.Saude. Última modificação: 10 de maio de 2017 às 10:01 por Pedro.Saude.
Este documento, intitulado 'Narguilé: consequências para a saúde', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.