Função dos hormônios tireoidianos

Novembro 2017

Os hormônios tireoidianos (T3 e T4), o hormônio estimulante da tireoide (TSH) e o paratormônio são essenciais para o desenvolvimento do ser humano em cada etapa da sua vida.


Função da glândula tireoide

A função da glândula tireoide é produzir, armazenar e liberar dois hormônios que regulam o metabolismo corporal: tiroxina (T4) e tri-iodotironina (T3). Não é possível viver sem iodo já que a tireoide necessita dele para fabricar seus hormônios e a interrupção do funcionamento da tireoide pode levar o paciente à morte. No entanto, o iodo não é produzido pelo organismo, exigindo, portanto, que seja ingerido na alimentação. Por isso, o sal recebe acréscimo de iodo durante sua industrialização.

Função da tiroxina e da tri-iodotironina

Os hormônios tireoidianos T4 e T3 têm papel importante no desenvolvimento humano ao longo de diferentes etapas da vida. Na infância, esses hormônios promovem o crescimento e a maturação do sistema nervoso central. Já na fase adulta, são responsáveis por regular o metabolismo de todos os órgãos e sistemas. Eles se encarregam, por exemplo, de controlar a frequência cardíaca, a pressão arterial, a quantidade de cálcio no sangue, as concentrações de colesterol e a transpiração.

Além disso, eles intervêm na síntese de glicogênio e no uso da glicose, nos processos de contração muscular, no trânsito intestinal e sobre a fertilidade. Também mantêm a temperatura corporal, o trato gastrointestinal, a memória, o metabolismo energético, a digestão e são necessários para a formação da vitamina A a partir dos carotenos. Por fim, os dois hormônios da tireoide atuam na síntese e degradação das gorduras e influem no peso corporal do indivíduo.

Valores normais de hormônios tireoidianos

O hormônio T4 está em nível considerado normal quando sua taxa se encontra entre 5,4 e 11,5 nanogramas por decilitro de sangue. Já o hormônio T3 tem como valores de referência os níveis 0,8 e 2,0 ng/dl. Além disso, existe o T4L (tiroxina livre), isto é, a quantidade de T4 circulando pela corrente sanguínea sem se associar a uma proteína transportadora. O T4L deve permanecer entre 0,71 e 1,85 ng/dl. Por fim, o TSH tem valor normal entre 0,3 e 3 uIU/ml.

O que é o paratormônio

As paratireoides são glândulas endócrinas situadas no pescoço por trás dos lóbulos tireoidianos. Essas glândulas produzem o paratormônio, cuja função é participar da regulação do metabolismo do cálcio e do fósforo. O aumento da secreção de paratormônio, por exemplo, causa hipercalcemia (aumento da concentração sanguínea de cálcio). Por estar associado ao metabolismo do cálcio, o paratormônio é importante para a formação de vitamina D no organismo, aumento dos níveis plasmáticos de cálcio nos ossos e reabsorção renal do elemento.


Foto: © Jarun Ontakrai - Shutterstock.com
Artigo original publicado por DRA. MARNET. Tradução feita por Pedro.CCM. Última modificação: 14 de novembro de 2017 às 09:51 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Função dos hormônios tireoidianos', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.