Dores intercostais - O que são

Julho 2017

As dores intercostais são aquelas que surgem no peito e têm como origem diferentes patologias, podendo ser benignas ou graves.


Sintomas das dores intercostais

Alguns sinais graves associados às dores intercostais ou na região torácica são os motivos que levam a uma consulta de urgência. São eles dificuldade respiratória, congestão bronquial, hipotensão, náuseas ou vertigens. Na presença de um desses sintomas é necessário procurar atendimento urgentemente para evitar complicações.

Causas das dores intercostais

Traumas e patologias do esqueleto

Entre as causas que podem provocar as dores intercostais estão fratura das costelas ou lesão vertebral, tumor nos ossos ou lesão nos músculos torácicos.

Problemas cardiovasculares

Entre os males cardiovasculares que podem gerar as dores intercostais estão a angina, que vem após um estresse intenso, ou causas mais graves, como infarto do miocárdio, que provoca dores agudas, ou pericardite aguda, que agrava as dores no momento da inspiração.

Problemas de origem nervosa e neurológica

A nevralgia intercostal, a fibromialgia ou a meningorradiculite são possíveis causas das dores intercostais relacionadas a males neurológicos.

Doenças pulmonares e na pleura

Entre os problemas pulmonares e da pleura que gera dores intercostais estão a embolia, que se manifesta com dores violentas na inspiração, dores pleuríticas, que seguem até as costas, ou pneumonias, que também geram febre.

Outras doenças

As patologias abdominais de origem ulcerosa, como no estômago, fígado, pancreatite ou colite, podem gerar dores intercostais também. Problemas no sangue são outra causa de dores intercostais.

Doenças psiquiátricas

A mente tem um papel importante no aparecimento de algumas dores intercostais, como somatização de distúrbios psicológicos, que geram ansiedade ou ataques de pânico.

Diagnóstico das dores intercostais

O médico deve fazer, em um primeiro momento, uma série de perguntas ao paciente. Na sequência, conduzir exames complementares para identificar a causa das dores.

Perguntas sobre as dores intercostais

Primeiramente, o médico deve encontrar o ponto exato da dor, seu tipo (queimação, ardência, sensação de esmagamento, etc.), intensidade, como se manifesta (forte ou progressiva), irradiações para a mandíbula ou costas, situação do paciente (estressado, em repouso, depois de um esforço), duração das dores e sintomas associados.

Exame clínico

Deve-se auscultar o coração e os pulmões, bem como checar a pressão sanguínea.

Exames complementares

Depois do exame inicial, o médico poderá orientar o paciente a fazer outros exames complementares para determinar a causa das dores e excluir algumas hipóteses. Podem ser pedidos eletrocardiograma, ecocardiograma, radiografia do tórax, tomografia computadorizada, eco doppler, endoscopia e exames de sangue com dosagem de enzimas musculares.

Foto: © stockyimages - Shuttertock.com

Veja também

Artigo original publicado por . Tradução feita por Natali_CCM. Última modificação: 30 de janeiro de 2017 às 10:58 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Dores intercostais - O que são', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.