Catarata

Novembro 2017


Definição

A catarata é um problema do olho, precisamente do cristalino, espécie de lente natural, transparente e mole. O cristalino sofre uma opacificação progressiva que causa uma baixa da visão e um transtorno provado diante das fontes de luz. A catarata afeta principalmente as pessoas de idade com mais de 60 anos, e até 2 sobre 3 pessoas com mais de 85 anos, em razão do envelhecimento natural do cristalino. Ela pode igualmente afetar as pessoas mais jovens após diferentes fatores como um traumatismo ocular, outras doenças do olho, ou a utilização crônica de corticoides.

Manifestações

o paciente se queixa de uma baixa da acuidade visual de um ou dos dois olhos de maneira progressiva. A vista se torna turva, embaralhada ou escurecida, as cores são vistas com menos vida, os contrastes menos marcados, uma aura se forma em torno de fontes de luz, o olho é afetado em face de uma luz ou durante uma direção noturna, e a vista pode ser dupla sobre um olho. Esses são os sinais que podem anunciar a formação de uma catarata. É importante ressaltar que todos os fatores de uma catarata são indolores.

Diagnóstico

um oftalmologista pode estabelecer um diagnóstico da catarata graças a um exame ocular e a utilização de uma lâmpada após instilação de um colírio que dilata a pupila (colírio midriático).

Tratamento

uma intervenção cirúrgica é justificada se a catarata atrapalha a visão e se torna um fator que impossibilita atividades cotidianas como dirigir, ler, atividades profissionais ou de lazer. A operação da catarata, realizada sob anestesia local, é muito comum, e as complicações são raras. De fato, essa operação consiste em substituir o cristalino por uma lente artificial que permite geralmente restaurar de maneira ideal a visão do paciente.

Prevenção

se a catarata é um fenômeno natural ligado ao envelhecimento, em alguns casos a catarata é causada por outras patologias e sendo assim a prevenção é necessária: um bom equilíbrio da diabetes previne a aparição de uma catarata mais frequente nos diabéticos, e os corticoides devem ser utilizados com parcimônia. Se o seu uso a longo prazo for necessário, um acompanhamento oftalmológico anual é recomendado.

Veja também

Publicado por asevere. Última modificação: 16 de dezembro de 2014 às 14:48 por asevere.
Este documento, intitulado 'Catarata', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.