92% da população mundial respira ar poluído

Pedro.Saude - 28 de setembro de 2016 - 10:32

92% da população mundial respira ar poluído

Levantamento inédito da OMS mostra Brasil em situação melhor que outros emergentes, mas com prognóstico ruim

(CCM SAÚDE) — A Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgou nesta quarta-feira (29) um levantamento inédito sobre a qualidade do ar em todo o mundo. Os dados revelam que 92% da população mundial vive em áreas onde a poluição supera os limites considerados aceitáveis e está sob risco de doenças decorrentes da contaminação do ar.

Segundo a agência internacional, cerca de 3 milhões de mortes acontecem todos os anos em decorrência da poluição atmosférica e o valor pode dobrar se somada a contaminação em ambientes fechados. De todos esses óbitos, 90% estão concentrados em países de baixa ou média renda, principalmente China, Índia e o restante do sudeste asiático.

Apesar dos países emergentes serem uma das grandes preocupações da OMS, o Brasil se saiu bem na avaliação. Enquanto no país ocorrem 14 mortes por 100 mil habitantes em função da poluição, a taxa chega a 39 na África do Sul e alcança 70 por 100 mil na China. Além disso, São Paulo é a metrópole emergente menos poluída ao lado de Buenos Aires. A pior é a Cidade do México.

O bom desempenho do Brasil é atribuído à matriz energética renovável, baseada em hidrelétricas, e o controle de emissões de gases poluentes nos carros. No entanto, é preciso fazer mais, alertam especialistas. "Existe liderança do Brasil em ações no transporte público, por exemplo. Mas a China está tomando medidas mais drásticas, inovadoras e avançando mais", diz Carlos Dora, coordenador de Políticas Públicas e Meio Ambiente da OMS em entrevista à 'BBC Brasil'.

Foto: © elwynn - Shutterstock.com
Siga o CCM Saúde no Twitter