Uma em 10 crianças com HIV é imune à Aids

Natali.Saude - 3 de outubro de 2016 - 06:17

Uma em 10 crianças com HIV é imune à Aids

Pesquisa feita na África do Sul mostrou que sistema imunológico de crianças ignorou presença de vírus no corpo

(CCM SAÚDE) — Em um mecanismo de defesa semelhante ao dos macacos, diversas crianças sul-africanas portadoras de HIV demonstraram resistência ao vírus da Aids em uma pesquisa conduzida na África do Sul, que analisou 170 crianças infectadas com HIV que nunca haviam recebido terapia antirretroviral.



Segundo os cientistas, nessas pessoas, o sistema imunológico ignorou a presença do vírus no corpo. Vale destacar que a Aids é uma doença que afeta o sistema de defesa do corpo humano, ao passo que o vírus do HIV ataca (e mata) os glóbulos brancos (células do sangue que combatem as doenças). Conforme eles contra-atacam, tentando combater o HIV, há um sobrecarregamento do sistema imunológico, fazendo com que as células de defesa acabem morrendo por inflamação crônica.

Com essas crianças analisadas, seu sistema imunológico não contra-atacou o HIV - apenas ignorou a presença do vírus. Para Philip Goulder, pesquisador da Universidade de Oxford, "travar uma guerra contra o vírus geralmente é a coisa errada" do ponto de vista do sistema imunológico. Segundo ele, ao contrário do que pode parecer, não atacar o vírus pode salvar o sistema.

Esse comportamento é similar ao que alguns macacos têm com o vírus da imunodeficiência símia (SIV). Nesses animais, as estratégias de adaptação à infecção pelo vírus já evoluíram durante centenas de milhares de anos.

Uma infecção por HIV não tratada na infância mataria 60% das crianças afetadas em dois anos e meio. "Uma das coisas que fica de lição é que a Aids não tem tanto a ver só com o HIV, mas principalmente com a forma como o sistema imunológico responde a ele", explicou Goulder.

"Nós podemos identificar, com isso, um novo caminho que a longo prazo pode significar novas formas de tratamento para todos os pacientes infectados com o HIV”, completa o estudioso.

Foto: © Jarun Ontakrai - Shutterstock.com

Siga o CCM Saúde no Twitter