Placebo alivia dor lombar crônica de pacientes

Pedro.Saude - 24 de outubro de 2016 - 09:45

Placebo alivia dor lombar crônica de pacientes

Combinação de pílulas com remédios apresentou resultado mais positivo que tratamento convencional

(CCM SAÚDE) — O efeito placebo, melhora de um paciente mesmo ao tomar uma pílula sem substâncias ativas, já está fartamente descrito pela comunidade científica. Agora, no entanto, um grupo de pesquisadores de Israel e Portugal demonstrou que um placebo pode ter resultados positivos mesmo nos casos em que o paciente sabe que está utilizando um produto sem ação direta sobre seu problema.



O experimento foi feito com 97 voluntários portadores de dor lombar crônica. Enquanto uma parte recebeu apenas o tratamento convencional para a condição, o grupo restante combinou esses medicamentos com duas pílulas diárias de placebo, que continham apenas celulose. Ao final do estudo, o segundo grupo apresentou melhora mais significativa do que o primeiro. "Isso é o benefício de se estar imerso em um tratamento: interagir com a equipe médica, tomar pílulas, todos os rituais e símbolos. O corpo responde a isso", explica Ted Kaptchuk, principal autor da pesquisa.

Em média, aqueles que ingeriram o placebo reportaram, após três semanas de tratamento, redução de 30% das dores e 29% de incapacidade promovida pelas dores. Por sua vez, quem seguiu somente o tratamento medicamentoso teve suas dores reduzidas em cerca de 15% e não apresentou diminuição da incapacidade.

"Nunca será possível tratar um tumor ou um problema cardíaco com uso de placebo, mas ele faz as pessoas se sentirem melhor. Ele é significativo clínica e estatisticamente e mostra o valor da medicina", completa o pesquisador.

Foto: © Image Point Fr - Shutterstock.com
Siga o CCM Saúde no Twitter