Carne branca: mais gordurosa que vermelha

Natali.Saude - 25 de novembro de 2016 - 10:13

Carne branca: mais gordurosa que vermelha

Tudo depende do corte, dizem os especialistas; quando assunto é culinária japonesa, shoyu requer cuidado

(CCM SAÚDE) — Muitas pessoas ingerem carnes diariamente. Seja de frango, boi, porco ou peixe, todas têm partes mais saudáveis e outras mais gordurosas. Tudo depende do tipo de corte que cada pessoa escolhe.



O ideal, segundo os especialistas, não é optar apenas por um alimento, seja carne de boi, de frango ou de peixe. A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda uma porção de 100 gramas de carne por dia, divididos de acordo com a preferência e a necessidade individual. Já o peixe deve ser escolhido, no mínimo, duas vezes na semana.

Alguns mitos, como "frango é saudável", "peixe faz bem" podem cair por terra, dependendo do corte que a pessoa escolher. A sobrecoxa do frango, por exemplo, é a parte mais gordurosa e não deve ser consumida em excesso. Já os peixes da culinária japonesa, por exemplo, são normalmente acompanhados pelo molho shoyu, que representa um perigo à saúde devido ao excesso de sal.

A carne vermelha tem esse nome porque carrega hemoglobina, célula que dá cor ao sangue e transporta o ferro e, por isso, a carne do boi tem mais ferro que a do frango. Em relação à gordura, existe carne branca que é mais gordurosa que a carne vermelha e vice-versa, dependendo do corte.

Uma característica interessante da carne é que para cada 1 grama de gordura saturada ela tem 1 grama de gordura monoinsaturada (a mesma do azeite de oliva), ou seja, metade da gordura da carne pode trazer doenças e a outra metade ajuda a neutralizá-las.

Foto: © Syda Productions - Shutterstock.com
Siga o CCM Saúde no Twitter