Anticorpo pode servir de tratamento da zika

Pedro.Saude - 29 de novembro de 2016 - 09:55

Anticorpo pode servir de tratamento da zika

Mecanismo de defesa do organismo já tem ação comprovada contra o vírus da dengue

(CCM SAÚDE) — O anticorpo C10, produzido pelo organismo humano, pode ser a chave para o tratamento da infecção pelo vírus zika, afirmam pesquisadores das universidade de Duke e Carolina do Norte, ambas nos Estados Unidos.

A descoberta foi feita através de uma análise microscópica da ação do vírus zika sobre as células humanas. A infecção se divide em dois momentos. No primeiro, o agente externo adere à célula e são envolvidas numa estrutura chamada de endossoma. Na sequência, proteínas do vírus passam por modificações, permitindo que ele rompa a parede da organela e invada definitivamente a célula.

Durante o estudo, os pesquisadores perceberam que o anticorpo C10 interagia com o vírus dentro do endossoma e era capaz de impedir as alterações proteicas e, consequentemente, o controle das células pelo patógeno. Esta mesma ação do C10 já havia sido demonstrada por cientistas contra o vírus da dengue.

"Ao definirmos a estrutura básica do processo de neutralização do vírus, nosso estudo dá suporte para o uso de anticorpos contra a infecção por zika, possivelmente gerando uma nova terapia contra a doença", afirma o epidemiologista Ralph Baric, um dos autores da pesquisa.

Foto: © Pixabay.
Siga o CCM Saúde no Twitter