Carne processada pode piorar sintomas da asma

Natali.Saude - 26 de dezembro de 2016 - 17:26

Carne processada pode piorar sintomas da asma

Estudo conduzido na França indica que consumir mais de quatro porções por semana é risco

(CCM SAÚDE) — Um estudo feito com cerca de mil pessoas na França afirma que o consumo de mais de quatro porções de carne processada por semana aumenta consideravelmente os sintomas da asma.



Segundo os estudiosos, um conservante chamado nitrito, usado em carnes como salsichas, salames e presuntos, pode ser o responsável por uma piora nas condições das vias respiratórias. Essa evidência, no entanto, ainda precisa ser mais estudada para que haja comprovações científicas.

Em geral, os especialistas afirmam que, para manter boa saúde, não é recomendável comer mais do que 70 gramas por dia de carne vermelha e processada. Isso equivale a uma salsicha mais uma fatia de bacon por dia, por exemplo.

Na pesquisa, foram analisados os sintomas da asma - falta de ar, chiado e sensação de aperto no peito - e o consumo de carne processada: uma porção simples foi classificada como duas fatias de presunto, uma salsicha ou duas fatias de salame. Entre os asmáticos, um maior consumo de carne foi associado a uma piora dos sintomas pulmonares.

Catherine Collins, da Associação Britânica de Nutrição, recomenda uma dieta "variada e de estilo mediterrâneo", com muitos produtos frescos "mesmo se tenha ou não asma".

Foto: © LjupcoSmokovski - Shutterstock.com
Siga o CCM Saúde no Twitter