Droga impede que câncer de pele se espalhe

Pedro.Saude - 10 de janeiro de 2017 - 08:46

Droga impede que câncer de pele se espalhe

Composto testado conseguiu reduzir em 90% o crescimento do melanoma, tipo mais grave da doença

(CCM SAÚDE) — Um novo composto químico, que pode se transformar em medicamento em breve, é capaz de combater o crescimento de tumores do melanoma, a forma mais grave de câncer de pele, em até 90%.



Os dados resultam de pesquisa feita na Universidade do Estado de Michigan, nos Estados Unidos. O experimento demonstrou que o novo composto bloqueia a atividade de algumas proteínas responsáveis pela expansão dos tumores.

A mesma droga também seria capaz, de acordo com os cientistas envolvidos no estudo, a tratar a esclerodermia, doença autoimune rara e muito letal e que era o alvo inicial da pesquisa estadunidense. Os testes em camundongos revelaram a possibilidade de ação sobre o melanoma. No experimento com os animais, infectados por células humanas de melanoma, o remédio atuou de maneira especialmente importante sobre o pulmão.

A interrupção do crescimento dos tumores é essencial para salvar pacientes com melanoma, aponta Richard Neubig, um dos autores da pesquisa. "A maioria das mortes por melanoma se dá pela doença se espalhar com rapidez. Bloquear a migração do câncer aumenta a sobrevida do paciente", diz ele.

Foto: © Albina Glisic - Shutterstock.com
Siga o CCM Saúde no Twitter