Dieta de restrição de calorias traz longevidade

Pedro.Saude - 18 de janeiro de 2017 - 09:27

Dieta de restrição de calorias traz longevidade

Parceria entre pesquisadores rivais demonstra que macacos adultos tiveram melhora na saúde

(CCM SAÚDE) — Um regime alimentar que reduza a quantidade de calorias ingeridas melhora o estado geral de saúde e promove aumento da expectativa de vida, apontou estudo realizado em parceria entre pesquisadores da Universidade de Wisconsin e do Instituto Nacional de Envelhecimento (NIA, na sigla em inglês), ambos dos Estados Unidos.



O trabalho conjunto soluciona divergências entre pesquisas anteriores feitas separadamente pelos dois institutos. Em um primeiro momento, os resultados obtidos pelo NIA contestavam dados da Universidade de Wisconsin, que apontava relação positiva entre longevidade e restrição calórica. Com a parceria, que revisou informações sobre cerca de 200 macacos da espécie Rhesus, foi possível confirmar a ligação.

Além disso, a nova análise tornou provável que os efeitos da redução da ingestão de calorias em primatas também ocorra em seres humanos. No entanto, alguns detalhes descobertos tornam a relação menos abrangente. O principal deles diz respeito à idade dos animais. Os benefícios da restrição calórica se deram apenas em macacos adultos e idosos, não sendo interessante para jovens.

Por fim, os pesquisadores também constataram diferenças cruciais entre homens e mulheres. Segundo o estudo, fêmeas apresentaram menor vulnerabilidade aos efeitos adversos do acúmulo de gordura que os machos. Isso indica que a menor ingestão de calorias seja mais importante para eles do que para elas.

Foto: © Monkey Business Images - Shutterstock.com
Siga o CCM Saúde no Twitter